Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Instalado comitê para promover a segurança das eleições no Maranhão

Força-tarefa será composta pelas polícias Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Exército, Ministério Público e Agência Brasileira de Inteligência

(Foto: Divulgação)

Foi instalado, oficialmente, nessa quarta-feira (26), no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), o Comitê de Segurança das Eleições 2018, que é uma “força-tarefa” envolvendo várias instituições, como Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército e Ministério Público. As equipes ficarão de prontidão para eventuais anormalidades durante o pleito, que acontecerá no dia 7 de outubro e terá militares das Forças Armadas nos locais de votação, assim como policiais militares.

Na reunião que instaurou o Comitê, o presidente TRE-MA, desembargador Ricardo Duailibe, pontuou que haverá uma equipe em uma das salas do órgão, que fica no bairro da Areinha, em São Luís, monitorando os pontos de votação e as ruas, onde policiais militares e agentes do Centro Tático Aéreo (CTA) irão fazer patrulhamento. O local será um centro de controle, orientação e decisão para as ações que serão executadas para garantir o bom funcionamento das eleições.

Conforme Ricardo Duailibe, os membros do Comitê de Segurança acompanharão tudo desde a abertura do pleito até o encerramento, com a divulgação dos resultados. Porém, já na véspera, os integrantes da entidade estarão na sala para o início das atividades, com celulares e notebooks disponíveis. Ele classificou esta atividade como um exercício da cidadania e fortalecimento da democracia. O desembargador comentou que realizar as eleições de “maneira civilizada” é o caminho mais viável para a sustentação do estado democrático.

No encontro, o comandante do 24º Batalhão de Infantaria de Selva (24º BIS) – que, por muito tempo, era denominado de 24º Batalhão de Caçadores, e depois passou a se chamar 24º Batalhão de Infantaria Leve -, coronel Marcos Vinícius, frisou que o Comando Militar do Norte deslocou um posto de comando para São Luís, a fim de disponibilizar militares nos pontos de votação. Efetivos de outras unidades, como 50º BIS e 2º BIS estarão no Maranhão, a fim de reforçar a segurança.

Segundo o oficial, na semana passada, houve uma preparação dos militares, que participaram de palestras sobre temas referentes às eleições, como crimes eleitorais e emprego das Forças Armadas nos pleitos. Ademais, prosseguiu o coronel, o efetivo do 24º BIS receberá 13 oficinas, como, por exemplo, sobre tiros em áreas urbanas, regras de engajamento e condução de presos. E, ainda dentro da programação, um cartório eleitoral simulado será instalado no quartel da corporação, na próxima quarta-feira (3), com uma pista para o treinamento de incidentes.

Durante as eleições, o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) disponibilizará guarnições de incêndio, que ficarão de prontidão para eventuais situações nos locais de votação, conforme anunciado pelo coronel Célio Roberto, comandante geral do CBMMA. Em outra “frente”, o Centro Tático Aéreo (CTA) atuará por terra e pelo ar, nas regionais de São Luís, Presidente Dutra e Imperatriz, onde o órgão possui bases, de acordo com o comandante do CTA, coronel Ismael.

A Polícia Civil também estará presente com maior efetivo durante as eleições, com todos os plantões funcionando e prontos para receber qualquer tipo de ocorrência relacionada às transgressões para o bom andamento do pleito. Essa declaração foi feita pelo delegado geral Leonardo Diniz, que parabenizou a iniciativa do Comitê de Segurança e destacou que as eleições serão realizadas com êxito, como é aguardado por todos os membros da entidade.
Convém ressaltar que o Comitê de Segurança é formado, ainda, pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Polícia Federal (PF).

Carregando