Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Réu é condenado a 13 anos e nove meses de detenção por homicídio qualificado

Edinael Vasconcelos dos Anjos foi condenado a 13 anos e nove meses de detenção em regime inicial fechado

Foto: Reprodução

Em sessão do Tribunal do Júri de Itapecuru-Mirim, realizada em 24 de setembro, o réu Edinael Vasconcelos dos Anjos foi condenado a 13 anos e nove meses de detenção em regime inicial fechado devido ao homicídio qualificado por motivo fútil de José Ribamar Silva Cardoso.

O crime foi cometido por volta das 1h30, de 1º de janeiro de 2006, no bar do Teté, na rua do Comércio, no município de Miranda do Norte (termo judiciário). A vítima foi alvejada por disparo de arma de fogo, no pescoço, após ter pedido ao condenado que parasse de jogar cerveja para o alto, porque estava molhando as pessoas na seresta.

A tese do Ministério Público foi defendida pelo promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques.

Proferiu a sentença o juiz Bruno Chaves de Almeida. A Defensoria Pública foi representada por Rafael Caetano Alves Santos.

Carregando