Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sampaio supera o Figueirense e segue firme na luta pela salvação

A vitória foi construída com um belo gol do lateral Julinho, em cobrança de falta

Sampaio conquistou vitória importante no Castelão (Foto: Elias Auê)

Poderia ter sido de dois, três, quem sabe, quatro a zero, mas o Sampaio Corrêa fez o dever de casa e bateu o Figueirense pelo placar mínimo, na noite desta terça-feira no Estádio Castelão.

A vitória foi construída com um belo gol do lateral Julinho, em cobrança de falta. O resultado levou a equipe Tricolor aos 29 pontos e mantém pulsante as chances de permanência na Série B.

O jogo

Tendo a vitória como único resultado a interessar, o Sampaio Corrêa resolveu se impor desde os primeiros minutos, marcando com a linha alta e tentando achar uma brecha na defesa adversária para abrir o marcador.

O Figueirense marcava forte e esperava uma bola solta para arriscar o contra-ataque, mas a defensiva Tricolor estava bem postada, sem oferecer espaços, e controlava os avanços do time catarinense.

A postura do Sampaio em campo logo surtiu efeito. Em cobrança de falta na entrada da área, Julinho acertou um petardo, a bola estourou no travessão e caiu dentro do gol. Bolívia na frente no Castelão.

Em desvantagem, o Figueirense se soltou um pouco mais no jogo, e quase empata em um lance dentro da área, mas Andrey salvou com o pé. A equipe Tricolor desceu para o vestiário com a vitória parcial.

A vantagem no marcador não diminuiu a volúpia do Sampaio, que seguia pressionando, querendo ampliar, mas a trave resolveu ser protagonista do jogo. Primeiro em uma cabeçada de Eloir, no travessão, depois num chute rasteiro de Misael. A torcida ficou com o grito de gol entalado na garganta.

O final de jogo foi de puro desespero. Os misseis do Figueirense começaram a sobrevoar a cidadela boliviana, que se defendia de todas as maneiras. O contra-ataque estava aberto, e o Sampaio chegou a armar o bote fatal com quatro contra um, e não aproveitou.

O sufocou ainda perdurou com os sete loucos minutos de acréscimo dado pelo árbitro, mas o Sampaio sustentou a vitória até o fim.

A equipe Tricolor só voltará a campo no próximo dia 12 de outubro para enfrentar o Atlético Goianiense, em Goiânia.

Ficha Tricolor

Andrey, Luiz Gustavo, Joécio, Odair Lucas e Julinho; Willian Oliveira, Adílson Goiano, Fernando Sobral e Eloir (César Sampaio); João Paulo (Misael) e Uilliam (Jheimy)

Carregando