Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Lucas Porto nega crime e vai a júri popular em São Luís

A defesa do assassino confesso apresentou diversas questões de ordem, incluindo o pedido para que fossem ouvidas duas novas testemunhas

Foto: Gilson Ferreira

Em audiência de instrução realizada nesta quinta-feira (25) no Fórum Desembargador Sarney Costa, Lucas Leite Ribeiro Porto negou ter estuprado e assassinado Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, de 33 anos, em novembro de 2016.

A defesa do assassino confesso apresentou diversas questões de ordem, incluindo o pedido para que fossem ouvidas duas novas testemunhas, todas negadas pelo juiz José Ribamar Goulart Heluy Júnior, que presidiu a audiência.

O médico, que fez o primeiro atendimento a Mariana, confirmou que ela chegou morta ao hospital. Em seguida, foi a vez de Lucas Porto ser ouvido.

Ele disse que responderia apenas as perguntas feitas da defesa mas, ao ser questionado pelo juiz se era responsável pelos crimes dos quais foi acusado, diferentemente do que havia dito no momento em que foi preso, voltou atrás e negou o crime. Ele afirmou, ainda, que em momento algum confessou o assassinato.

Após ouvir a testemunha e o acusado, o juiz José Ribamar Júnior determinou que Lucas Porto será levado a júri popular, em julgamento em data ainda a ser definida.

Enquanto isso, o acusado vai permanecer em Pedrinhas, onde se encontra desde novembro de 2016.

 

Carregando