Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Abatedouro em Barra do Corda ganha registro e vai gerar mais de 200 empregos

O empreendimento, o primeiro abatedouro com registro na região de Barra do Corda, vai gerar 30 empregos diretos e 200 indiretos

Foto: Reprodução

O Governo do Estado concedeu o Título de Registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) para o Abatedouro Frigorífico Frigotal, da cidade de Barra do Corda. O empreendimento, o primeiro abatedouro com registro na região de Barra do Corda, vai gerar 30 empregos diretos e 200 indiretos.

O título, concedido pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), órgão da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), em parceria com a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc),  é a garantia que o novo abatedouro frigorífico preenche os requisitos higiênicos e sanitários necessários para desenvolver as atividades de abate e manuseio de produtos de origem animal, podendo realizar a comercialização dos produtos em todo território estadual.

“Com o objetivo de fornecer uma carne de qualidade para o povo de Barra do Corda, eu e minha família resolvemos realizar esse investimento e nos sentimos muito felizes com esse registro”, disse o proprietário do empreendimento, Sampaio Peixoto.

Para a obtenção do registro no SIE, o abatedouro passou por diversas ações de fiscalização pela Aged-MA. Foi realizado o acompanhamento do empreendimento, deste o projeto inicial até o resultado final, com o objetivo de garantir as condições higiênicas, estruturais e sanitárias necessárias exigidas para o registro.

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, afirmou que o Governo do Maranhão cumpre o seu papel, em parceria com o empreendimento, visando levar segurança sanitária ao alimento consumido pela população. “Vamos gerar empregos, e contribuir com os pequenos negócios que são alimentados pela carne bovina produzida nesse estabelecimento. Agora, a população terá um produto inspecionado e vai atender toda a região”.

O presidente da Aged-MA, Sebastião Anchieta, ressaltou que o registro é mais um incentivo à economia do Maranhão. Anchieta disse que esse tipo de procedimento é importante à saúde pública e para a garantia da qualidade dos produtos que chegarão a sua mesa do consumidor.

Segurança Alimentar

De acordo com a legislação brasileira, todo estabelecimento que produz alimentos de origem animal deve estar registrado em um serviço de inspeção oficial, seja municipal, estadual ou federal. O SIE é o registro que garante que a produção seja realizada de acordo com as normas sanitárias para ser comercializado dentro do Estado. Esse já é o 5º estabelecimento de abate bovino a receber o registro da Aged-MA no Maranhão.

 

Carregando