Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Secretário de Cultura e Turismo afirma que decisão de suspender voos partiu da Latam

O Governo criou, em 2015, um decreto que prevê renúncia fiscal, reduzindo a alíquota de 25% para 12% (operando em dois aeroportos maranhenses) e chegando a 7% (três ou mais aeroportos)

Foto: Reprodução

O secretário de Cultura e Turismo do Maranhão, Diego Galdino, afirmou que a decisão de suspender os voos entre São Luís e o Rio de Janeiro partiu exclusivamente da Latam e não por culpa do Governo do Estado como foi disseminado nas redes sociais.

Galdino afirmou que a Latam suspendeu os voos devido à grave situação econômica, fiscal e de segurança pública enfrentada pelo Estado e a capital do Rio de Janeiro. “O Estado está com vários meses de salários atrasados para aposentados, pensionistas e servidores em geral, não pagando seus fornecedores. Isso acabou afetando o fluxo de turistas dos segmentos de negócios e lazer, fazendo com que a companhia aérea tomasse a decisão de encerrar os voos diretos partindo do Rio para várias capitais”, afirmou o secretário.

Diego Galdino ressaltou ainda, nas redes sociais, as ações que vêm sendo desenvolvidas para incentivar o turismo no Maranhão. Segundo ele, o Governo do Maranhão criou, em 2015, um decreto que prevê renúncia fiscal, reduzindo a alíquota de 25% para 12% (operando em dois aeroportos maranhenses) e chegando a 7% (três ou mais aeroportos), em consonância com a política adotada por outros Estados do Nordeste.

Ele falou, também, da situação “nada agradável” em que foi encontrado o aeroporto de São Luís. “Infelizmente, após quase uma década de reformas, a INFRAERO (Governo Federal) nos entregou um aeroporto em condições longe do ideal, novos terminais sem fingers (numa cidade onde chove quase seis meses no anos) e sem estrutura para operação de voos internacionais fixos, exigindo uma antecedência de quase um mês de contato com Polícia Federal e Receita Federal por cada operação. Por determinação do governador Flávio Dino, estamos discutindo política de implantação de voos regionais pela primeira vez no nosso estado e já estamos negociando com algumas companhias a implementação de uma malha interna, contemplando o lazer e negócios entre vários municípios do Maranhão”, arrematou o secretário.

Segue o comunicado oficial da companhia

A LATAM Airlines Brasil informa que estão suspensas as operações das 7 frequências semanais da rota São Luís-Rio de Janeiro/Galeão a partir de 1º de fevereiro de 2019. Os passageiros afetados pelas suspensões também estão sendo informados para que possam reprogramar os seus itinerários.
A LATAM reforça que segue atenta às necessidades dos clientes para iniciar, ampliar ou adequar as suas operações, e os voos são constantemente avaliados conforme a demanda de cada região. São Luís e região continuam contando com acesso direto à capital fluminense por meio de conexões em Brasília e São Paulo.
Qualquer alteração que venha a ser confirmada em sua malha aérea é comunicada antecipadamente pela companhia.
Carregando