Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

200 pessoas estão desaparecidas após barragem se romper em MG

A Vale informou que o rompimento ocorreu na Mina Feijão. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais afirmou que cerca de 200 pessoas estão desaparecidas

Foto: Reprodução

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta (25), em Brumadinho, Região Metropolitana de BH. A Vale informou que o rompimento ocorreu na Mina Feijão. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais afirmou que cerca de 200 pessoas estão desaparecidas.

O comando das operações de resgate foi montado no Centro Social do Córrego do Feijão, nas proximidades do campo de futebol e da igreja católica. O campo de futebol está sendo utilizado como área de avaliação e triagem das vítimas para atendimento médico, além de estacionamento. Estão mobilizado no local 51 bombeiros e 6 aeronaves.

O Hospital João XXIII, instituição pública vinculada ao estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte, informou em nota que acionou seu plano de atendimento para múltiplas vítimas de catástrofes. A iniciativa busca priorizar a assistência aos atingidos pelo rompimento da barragem da Mina Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana.

A nota informa que às 15h deram entrada no hospital dois pacientes do sexo feminino trazidos por helicóptero. “Elas estão estáveis, conscientes e passam por avaliação. A diretoria do Hospital João XXIII pede que os casos não relacionados a esta tragédia sejam encaminhados para outras unidades de emergência “.

Bolsonaro lamenta rompimento de barragem em Brumadinho

O presidente Jair Bolsonaro lamentou em mensagem no Twitter, o rompimento da barragem na cidade de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

“Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG. Determinei o deslocamento dos ministros do Desenvolvimento Regional [Gustavo Canuto] e Minas e Energia [Bento Costa Lima], bem como nosso secretário Nacional de Defesa Civil [Alexandre Lucas] para a região”, afirmou o presidente na rede social.

“O ministro do Meio Ambiente [Ricardo Salles] também está a caminho. Todas as providências cabíveis estão sendo tomadas”, escreveu o presidente.

“Nossa maior preocupação neste momento é atender eventuais vítimas desta grave tragédia”, completou Bolsonaro.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, informou à imprensa que está a caminho do município mineiro. “Todo o governo federal já está mobilizado para atuar no socorro e na resposta ao rompimento da barragem de Brumadinho. Uma equipe da Defesa Civil Nacional chefiada por mim já está se deslocando para a região para apoiar as operações do estado e dos municípios”, disse Lucas, em declaração divulgada pela assessoria de imprensa da secretaria.

Carregando