Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Porto do Itaqui renova certificação na ISO 9001:2015

Além da ISO 9001, o porto maranhense também possui certificação pela ISO 14001: 2015 e é o único porto público a possuir a dupla certificação

Foto: Reprodução

Após dois dias de auditoria, nessa sexta-feira (15), a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), gestora do Porto do Itaqui, obteve sucesso na manutenção da certificação na ISO 9001:2015, a mais atual versão da norma para a gestão da qualidade. Além da ISO 9001, o porto maranhense também possui certificação pela ISO 14001: 2015 e é o único porto público a possuir a dupla certificação.

“Esta foi nossa segunda auditoria de manutenção e nós estávamos preparados e confiantes de que teríamos um bom desempenho. Com a certificação pela ISO 9001:2015, fortalecemos nosso compromisso de procurar sempre estar na vanguarda, ser referência em gestão portuária no país e vetor de desenvolvimento para o Maranhão”, afirmou o presidente da EMAP, Ted Lago, ao final do encontro que validou a recomendação.

Ao anunciar a recomendação, o auditor Walmir Pedrosa Amorim destacou a competência da equipe e o alto nível da gestão da qualidade do Itaqui. “A gente está saindo muito bem impressionado com o nível de maturidade do sistema de gestão da EMAP. Nas áreas, pudemos ver que todo o planejamento estratégico que foi desenhado para 2019/2022 está sendo desdobrado. As equipes estão fazendo esse esforço e têm uma base de documentação para que atinjam os objetivos. Do ponto de vista do desempenho, venho dizendo que a EMAP foge às comparações com empresas portuárias, ela vai muito além. Ela se compara, no nível de gestão, às grandes empresas, grandes players internacionais”, avaliou.

O diagnóstico citou o comprometimento da direção com a política da qualidade associada ao trabalho de uma equipe alinhada a esses princípios, mesmo contando com 40 novos colaboradores oriundos do concurso realizado em 2018. Também foram destacadas as melhorias na identificação e controle de riscos.

“Ano passado já tínhamos trabalhado bastante no mapeamento de risco operacional, depois, com a implantação do Compliance (setor que monitora se todos na empresa estão em conformidade com a práticas de conduta da mesma), analisamos também os riscos dos negócios. Agora, fizemos a junção dos dois e incluímos, dentro do planejamento estratégico e do plano de cada área, a identificação de risco. Com isso, trabalhamos para minimizar/mitigar os riscos de negócio e operacionais. Hoje, poucos são os portos que têm esse mapeamento em todos os departamentos. Na EMAP continuamos evoluindo, mas o que temos atende a nossa demanda”, destaca o diretor de Planejamento e Desenvolvimento, Jailson Luz.

A auditoria foi realizada pela Fundação Vanzolini, única no Brasil integrada à Internacional Certification Network (IQNet), rede que reúne as 38 mais importantes certificadoras presentes em 150 países e o primeiro organismo de certificação acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre) no Brasil, a conceder certificados da Norma de Qualidade ISO 9001, dentro do Sistema Brasileiro de Certificação.

ISO 14001:2015

Em 2018, a EMAP obteve também certificação pela ISO 14001:2015, com reconhecimento internacional, que especifica os requisitos de um Sistema de Gestão Ambiental e exige que as empresas se comprometam com a prevenção da poluição e com melhorias contínuas, como parte do ciclo normal de gestão empresarial.

A norma foi criada para auxiliar empresas a identificar, priorizar e gerenciar seus riscos ambientais como parte de suas práticas usuais. A norma faz com que a empresa dê uma maior atenção às questões mais relevantes de seu negócio.

Política do Sistema de Gestão da Qualidade EMAP

Comprometida com a satisfação dos seus clientes e a excelência na prestação dos seus serviços, a EMAP mantém um Sistema de Gestão da Qualidade com foco nos seguintes princípios:
• Fornecer serviços de maneira consistente, que atendam às necessidades dos seus clientes
• Identificar, controlar e minimizar os riscos que possam afetar a prestação dos serviços portuários
• Garantir o cumprimento da legislação aplicável e dos requisitos determinados pelos clientes
• Praticar a melhoria contínua do Sistema de Gestão da Qualidade

Carregando