Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Braide propõe correção de distorções na tabela SUS

Segundo o parlamentar, os maiores prejudicados são as entidades filantrópicas e seus pacientes

Foto: Reprodução

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) criticou, na terça-feira (23), em audiência na Comissão de Seguridade Social da Câmara Federal, as distorções na tabela de pagamentos do Sistema Único de Saúde.

“Faço parte do grupo de trabalho de revisão da tabela SUS. É um verdadeiro absurdo que tenhamos procedimentos da saúde pública que custem R$ 0,63, como é o caso do atendimento de urgência dos pacientes com câncer. Os maiores prejudicados são as entidades filantrópicas e seus pacientes. Já estamos trabalhando na Câmara para corrigir essas distorções” afirmou o parlamentar.

Em vídeo, Braide destacou a prioridade da Saúde e disse que a revisão da tabela SUS é fundamental.

“O governo repassa um valor que é aquém da realidade do procedimento; e são os próprios bancos oficiais que depois, emprestam o dinheiro a juros, para a entidade pagar um débito que, na verdade, foi criado pelo próprio governo” criticou.

Carregando