Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acordo entre Mercosul e União Europeia pode fortalecer exportação de frangos, frutas e pescado do Maranhão

“O Maranhão vai ser favorecido, porque nós vamos ter um trato alfandegário e tributário diferenciado, que é o propicia este acordo”, afirmou o deputado Hildo Rocha

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O acordo de associação entre os blocos econômicos Mercosul e União Europeia, que está sendo articulado pelo governo brasileiro, pode alavancar investimentos em vários estados e favorecer diretamente a exportação de frangos, frutas, pescado, mel e cachaça do Maranhão.

O tema foi debatido terça-feira (30) na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, em uma audiência pública proposta pelo deputado Hildo Rocha (MDB). Os produtos maranhenses foram identificados na audiência como de grande interesse dos países europeus, ao lado de outros produtos nacionais, como café solúvel, café verde, frutas, fumo, soja e derivados, cacau e derivados, além de laticínios (como manteiga e margarina).

As negociações, que duram 19 anos, foram retomadas pelo atual governo, que está empenhado em consolidar o acordo nos próximos meses. Do debate na Câmara participaram o ministro Michel
Arslanian Neto, o diretor do Departamento de Mercosul e Integração Regional, o Ministério das Relações Exterior; a diretora do Departamento de Comércio e Negociações Comerciais, da Secretaria de Comércio e negociações Internacionais do Ministério da Agricultura, Ana Lúcia Oliveira; e o subsecretário de Relações Internacionais, da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia.

NEGÓCIOS DO MARANHÃO

“Esse acordo entre o Mercosul e a União Europeia é uma associação que transforma esses dois blocos econômicos numa zona livre de comércio, envolvendo quase um 1 bilhão de pessoas”, afirmou
Hildo Rocha. “E com isso vamos ter a oportunidade e condições de exportar mais para os 27 países da União Europeia, que tem um PIB (Produto Interno Bruto) enorme, uma renda significativa
e são potenciais compradores dos produtos do Brasil”, acrescentou.

De acordo com Hildo Rocha, “o Brasil vai fazer parte deste acordo e nós podemos colocar o Maranhão nesse ambiente de negócios, dentro do Mercosul, pois nós temos produtos tipo exportação, tecnologias, mãos de obra preparada. O que estamos precisando mesmo é de mercado”, frisou.

“Tendo o mercado, há produção; e tendo produção, tem emprego, tem riqueza tributária e patrimonial para as famílias e tudo isso leva ao desenvolvimento. Por isso estou me empenhando para que esse acordo aconteça, colocando o Legislativo dentro dessa discussão e do esforço do governo federal, que está interessado em consolidar esse acordo”, completou.

PRODUÇÃO DE FRANGOS

O parlamentar destacou que o Maranhão tem muitos produtos que interessam a este bloco econômico (União Europeia). “O Maranhão já se destaca como um grande produtor de grãos e de carne. E o mercado europeu demanda muito alguns produtos deste estado, como é caso do frango”, disse.

Segundo ele, o estado já um dos grandes produtores de frangos do país. “Aquela região de Vargem Grande e Nina Rodrigues, o Médio Itapecuru e Baixo Parnaíba, que se achava que era improdutiva, hoje é um dos maiores produtores de frangos do Nordeste. Ali já está instalada a empresa Frango Americano, que tem feito uma integração com alguns produtores, novos investidores estão se instalando. Ou seja, se tornou numa região propícia para a criação de frangos e o mercado europeu é grande consumidor de frango, compra muito mesmo”, destacou.

Após o debate dessa terça, na Comissão de Relações Exteriores, onde foi destacado o potencial do estado, Hildo disse que não há dúvida de que Maranhão vai ser favorecido com o acordo Mercosul/União Europeia. “O Maranhão vai ser favorecido, porque nós vamos ter um trato alfandegário e tributário diferenciado, que é o propicia este acordo”, garantiu.

Além do frango, o deputado disse que o Maranhão se credencia neste acordo com outros produtos, tipo exportação, como frutas , pescado, mel e cachaça.

Carregando