Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Após conversar com lojistas, Marcial Lima teme que Rua Grande vire “comércio asiático”

O vereador Marcial Lima (PRTB) esteve na manhã do último sábado, 4, visitando a Rua Grande

Vereador Marcial Lima (PRTB). (Foto: Divulgação)

Ao fazer uso da tribuna da Câmara Municipal, nesta segunda-feira, 6, o vereador Marcial Lima (PRTB) informou que esteve na manhã do último sábado, 4, visitando a Rua Grande para constatar como se encontram os trabalhos de revitalização que estão sendo realizados pela prefeitura e manter diálogo com diversos comerciantes, e concluiu ter receio de que a Rua Grande “se transforme em um comércio asiático”.

Ele informou que em suas conversas com lojistas recebeu a informação de que é visível a redução nas vendas em virtude dos serviços de requalificação executados pelo poder público. Ao mesmo tempo, o parlamentar falou sobre a preocupação com os comerciantes informais, relocados para a Praça Deodoro estarem retornando a Rua Grande, sem o mínimo ordenamento.

“Quando a Prefeitura decidiu fazer a obra na Rua Grande deslocou os camelôs para ocuparem o entorno da Praça Deodoro, mas depois que foi concluído o trabalho de revitalização da Praça, os comerciantes informais iniciaram a sua volta para a Rua Grande”, acentuou Marcial Lima.

Outro temor, segundo observou o vereador, é que da mesma forma que ocorreu com a Praça Deodoro, alguns trabalhadores do comércio informal, que por ora ainda estejam no local, voltem para a Rua Grande e possa esvaziar a movimentação formal.

“E também deve-se levar em consideração que é notória a existência do comércio informal, mas nada há de impedimento a transformação do comércio informal em comércio formal”, observa o representante do PRTB.

Carregando