Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Paraenses investigados por ‘saidinhas bancárias’ são presos pela Seic

A dupla é suspeita de praticar “saidinhas bancárias” em três estados da Federação, sendo duas na capital maranhense

Os paraenses foram apresentados na Superintendência de Investigações Criminais. (Foto: Divulgação)

Foram apresentados, na tarde desta quarta-feira (8), os paraenses Wellington Robson dos Santos Neves, de 32 anos, conhecido por “Porco” ou “Porquinho”, e Leonardo Oliveira Jardim, 22, presos pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) na região metropolitana de São Luís. A dupla é suspeita de praticar “saidinhas bancárias” em três estados da Federação, sendo duas na capital maranhense.

Na entrevista coletiva, o delegado Carlos Alessandro, titular da Seic, informou que Leonardo Oliveira foi capturado quando descia do ferryboat, no Terminal da Ponta da Espera, na área Itaqui-Bacanga, e seguia em um veículo, para se encontrar com Wellington Robson. A “reunião” seria no apartamento de “Porco”, no Miritiua, município de São José de Ribamar, onde os paraenses e outros membros da quadrilha costumavam se agrupar para tratar sobre assaltos.

Conforme o delegado Pedro Fernandes, do Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (Dcrif), Wellington se apresentou como sendo Marcone Oliveira, e, logo em seguida, ainda disse ser Paulo Henrique Oliveira Nascimento. Mas as equipes já sabiam seu verdadeiro nome, pois ele era foragido do sistema carcerário do Piauí, de onde escapou em duas ocasiões. Na residência dele, frisou Fernandes, os policiais encontraram dois revólveres, sendo um calibre 32 e outro calibre 38.

Carregando