Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Paulo Sérgio supera limites e retorna aos gramados com a conhecida valentia

A lesão no joelho foi uma verdadeira provação para Paulo Sérgio, que nunca desistiu, e, no sábado, pôde sentir no peito a recompensa por todos seus esforços

Paulo Sérgio celebrou o retorno aos gramados e a boa atuação (Foto: Lucas Almeida)

Um tempo de muitas angústias, incertezas e, principalmente, determinação. A lesão no joelho foi uma verdadeira provação para Paulo Sérgio, que nunca desistiu, e, no sábado, pôde sentir no peito a recompensa por todos seus esforços.

Durante os 74 minutos que esteve em campo, Paulo Sergio correu, orientou os companheiros, brigou, ajudou o ataque e quase marca um gol, evitado pela inconveniência da trave.

Feliz pela sua atuação, o xerife Tricolor só teve motivos para agradecer ao fim da partida: “Foram muitas lesões seguidas, mas sou grato a Deus por ter me dado uma oportunidade de recomeçar. Ainda posso mostrar dentro de campo do que sou capaz, e é assim que quero seguir; jogando e ajudando o Sampaio”, declarou, entre a emoção e a felicidade.

Mesmo com câimbras, Paulo Sérgio ainda quis continuar em campo, numa prova de que a sua maior virtude não está na chuteira, e, sim, no coração: “Queria continuar, porque a vontade de jogar era maior, mas fico feliz em poder ter ajudado enquanto pude. Agora é descansar, recuperar bem todo esse esforço, pois teremos outra batalha pela frente”, afirmou.

Paulo Sergio e o restante do grupo Tricolor se reapresentam nesta segunda-feira pela manhã, no CT para iniciar a preparação visando o confronto contra o Imperatriz, na próxima rodada, no Frei Epifânio.

Carregando