Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Pediatria tem atenção especial no HTO

A rapidez do diagnóstico, a pronta assistência e a humanização dos atendimentos no HTO também na área de pediatria

A pequena Lirian Sofia realizou procedimento com sucesso no HTO

A rapidez do diagnóstico, a pronta assistência e a humanização dos atendimentos prestados pelo Governo do Estado no Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), também, na área de pediatria, se destaca pela qualificação do seu corpo profissional, que consegue atender casos de alta complexidade com resolutividade.

Com os investimentos da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) favorece o atendimento de crianças, jovens e adultos na rede pública. É o caso da pequena Lirian Sofia, de dois meses, natural de Governador Nunes Freire. A criança passou por cirurgia na unidade como parte do tratamento de osteomielite no úmero.

Para o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a gestão do governador Flávio Dino continua investindo no que há de melhor para oferecer aos usuários serviços como esse do HTO. “Estamos proporcionando aos maranhenses um atendimento eficaz, estrutura que nunca havia sido oferecida. A mudança e a qualidade da rede de atendimento já são perceptíveis no estado”, frisou.

Atendimento 
Entre o conhecimento do caso da criança e o início dos procedimentos cirúrgicos, se passaram pouco mais de 24 horas. Um médico do corpo clínico do HTO e que também trabalha no município atendeu o caso na cidade da região do Gurupi e entrou em contato com a direção na quarta-feira pela manhã. Na noite do mesmo dia, a criança passou por avaliação com pediatra e ortopedista, sendo medicada de pronto.

“Ele nos enviou por celular a imagem do raio-x e vimos que era um caso bem preocupante. Se não fizéssemos a intervenção com urgência, ela poderia ter sequelas, até neurológicas, para o resto da vida. Aqui no HTO temos como foco o paciente. Antes existia uma carência nesse tipo de atendimento, com o hospital passamos a oferecer um serviço de pronto-atendimento para demanda pediátrica”, avalia diretor clínico do HTO, Newton Gripp.

A osteomielite é uma infecção do osso, geralmente de origem bacteriana. No caso de Lirian Sofia, a osteomielite no úmero originou-se de uma artrite séptica no ombro. “Não é uma infecção comum em bebês, mas é bastante conhecida. O importante é agirmos na hora certa. Não podemos excluir ainda de imediato uma segunda cirurgia. Vamos observar como o organismo da criança responde”, afirma.

Para a mãe da bebê, Mirian de Moraes dos Santos, a perspectiva é ver a filha saudável o quanto antes. “Achei foi bom o atendimento ser rápido. Ela é criança, então, precisa ser urgente. Isso vai ajudar bastante na cura dela. Quero que ela melhore logo, ela estava sofrendo”, diz.

A unidade possui 44 leitos, destes, quatro são destinados à pediatria. O atendimento de Lirian Sofia e da mãe está sendo realizado pela equipe multiprofissional do HTO. Além de pediatra e ortopedista, profissionais de fisioterapia, psicologia, nutrição, serviço social e enfermagem acompanham o caso.

Carregando