Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Uma autêntica roda de samba na Madre Deus em São Luís

Projeto acontece sempre no segundo domingo de cada mês com roda de samba aberta à participação de artistas que exaltam e divulgam o verdadeiro samba de raiz maranhense e nacional

(Foto: Divulgação)

A roda de samba mais raiz e charmosa da Madre Deus, o Tribuna do Samba, terá uma edição especial neste domingo, 14. Será a primeira das 8 edições do Projeto, que neste ano será encerrado no dia 8 de dezembro. Há seis anos o projeto ocorre sempre no segundo domingo de cada mês na Madre Deus. A roda de samba, aberta ao público e aos artistas começa às 17h, no Conselho Comunitário da Madre Deus, e a entrada é gratuita.

A partir deste mês de julho estão previstas oito edições, com programações especiais no dia 8 de setembro (aniversário de São Luís), 13 de outubro (Dia Municipal do Samba), 17 de novembro (aniversário de 7 anos do projeto) e 2 de dezembro (Dia Nacional do Samba). Em novembro e dezembro acontecerão, excepcionalmente, duas edições do Tribuna.

Na abertura do projeto neste domingo, o anfitrião e realizador do evento, Conjunto Madrilenus, recebe os artistas convidados Macaé, Dinho Berg e Dadá Maravilha, acompanhados por uma banda formada por Adão Camilo (voz), Julio Cunha (violão 7), Jorge Luiz (banjo), Robertinho (cavaquinho) Mauricio (tan tan), Jr. Mamão (pandeiro) Boscotô (surdo), Madson Peixoto (repique de Anel e efeitos), Renan (bateria). A base do repertório é genuinamente maranhense com composições de Cristóvão Alô Brasil, Josias Sobrinho, Seu Nato, César Teixeira, Zé Pivó, Patativa, Zeca Melo, dentre outros.

O projeto é de iniciativa da Benta Produções e acontece há 6 anos de forma independente. Neste segundo semestre de 2019 recebe o apoio do Governo do Estado, via Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Armazém Paraíba.

O Tribuna do Samba é um encontro de bambas da velha guarda e, principalmente, de jovens sambistas da ilha, que tem na Madre Deus o seu reduto, congregando verdadeiras legiões de fãs do bom e velho samba, mas também do bom e novo samba.

“Esse projeto tem como ápice a execução sambística de músicas que já se tornaram verdadeiros clássicos do cancioneiro popular maranhense, já que são sambas de bairro, alguns feitos para escolas de samba, outros são proezas da felicidade de compor para registrar os bons momentos da vida, ou insucessos dos amores, ou ainda cantando musas e cabrochas que encantam e incendeiam a mente dos poetas e boêmios compositores. Este encontro já congrega aproximadamente duas centenas de sambistas da ilha e conta com uma plateia de aproximadamente dois mil fieis apaixonados, que cantam conosco em uníssono nosso repertório, de amor e congraçamento”, comenta Silvério Jr (Boscotô), compositor, cantor, integrante do Conjunto Madrilenus e presidente da Benta Produções.

Inspirado nas batucadas que os grandes mestres da Madre Deus realizavam nos meados dos anos setenta, nas quitandas e em comemorações itinerantes pelo bairro. O Tribuna do Samba foi idealizado pelo conjunto de samba Madrilenus em 2012 e este ano, em novembro, completa sete anos. O evento é um canal aberto para que todos possam expressar a sua arte, com o que tem de melhor no samba maranhense e brasileiro.

Nesses seis anos já passaram por lá, vários ilustres intérpretes locais que sempre participaram das edições mensais do projeto, como Boscotô, Adão Camilo, José Veloso, Dada Maravilha, Fernando Macaé, Dinho Berg, Seu Inácio da MD, Prof. Carlão, Gisele Padilha, Andrea Frazão, Serrinha do Maranhão, Patativa, Gogó de Ouro, Eraldo, Wilson Ilha, Carlindo Filho, Chico Chinês, Cilos Braw, Doda, Albimar, David Brasil, Dona Zélia, Dona Fátima, Anderson Feijoada, Quirino, Cauê Veloso, Fellipphe Sapuca, Jr. Bracinho, Vicente Melo, Alessandra Loba e outros muitos anônimos convidados.

Dos intérpretes de projeção nacional que já fizeram suas participações no projeto, cita-se: Thais Macedo, Toninho Gerais e Cyganarei da Mangueira. E ainda os solistas e multi-instrumentistas maranhenses: Zé Luís do Sax, João Neto da Flauta, Wendel Cosme do Cavaco, Robertinho Chinês do Bandolim e Pedrinho do Acordeon.

Serviço

O quê? Tribuna do Samba

Quando? 14 de julho, 11/08, 8/09, 13/10, 10/11, 17/11, 2/12, 8/12

Horário? 17h

Onde? Conselho Cultural da Madre Deus

Quanto? Entrada gratuita

Mais informações e contato para entrevista: Boscotô (98125-9988)

Carregando