Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acusado de feminicídio é condenado a 25 anos e meio de prisão em Penalva

Maria Ivanilde Reis foi assassinada a golpes de pau em 11 de fevereiro de 2018

Foto: Reprodução

A justiça condenou, nessa quinta-feira (18), Marcos Barros França pelo crime de feminicídio. Segundo a denúncia, Marcos Barros matou a ex-companheira Maria Ivanilde Reis, a pauladas, em 11 de fevereiro do ano passado, na localidade São Joaquim, povoado da zona rural de Penalva. Os jurados condenaram Marcos Barros França pelo crime de homicídio por motivo torpe, meio cruel e feminicídio.

Segundo relatos da mãe de criação da vítima, D. Cleide, o acusado chamou a vítima para ir com ele na casa de seus pais, localizado no Povoado São Joaquim. Entretanto, passado algum tempo, a mãe da vítima estranhou a demora da filha e pediu para que sua outra filha fosse até a casa de Marcos, recebendo a informação de que sua irmã não teria aparecido lá.

No dia seguinte, a mãe recebeu a informação de que a filha foi encontrada morta em um matagal, nas proximidades do Cemitério do Povoado São Joaquim. D. Cleide afirmou que o acusado era extremamente ciumento e que teria sido ele o autor do homicídio de sua filha, tendo feito tudo de forma premeditada. Ele foi preso alguns meses após o crime, na casa de familiares na cidade de Pindaré-Mirim, e teve a prisão em preventiva decretada. Réu não confesso, Marcos França respondeu no julgamento as perguntas formuladas pelo representante do Ministério Público e pelo magistrado. Na sentença, o magistrado manteve a prisão e negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Carregando