Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Barras de aço produzidas em Açailândia são exportadas pelo Porto do Itaqui

Embarque das 12 mil toneladas de barras de aço foi iniciado na noite de quinta-feira

Foto: Reprodução

Na quinta-feira (25), foi iniciado o embarque da primeira carga de tarugos de aço (barras utilizadas em usinas para laminação) pelo Porto do Itaqui. Ao todo, 12 mil toneladas serão exportadas para a Guatemala. Com esta operação inédita, o porto maranhense diversifica ainda mais seu portfólio de apoio logístico para a movimentação de cargas gerais, que já inclui celulose, máquinas e equipamentos, vagões, dentre outros.

Reconhecido pela movimentação de soja e granéis líquidos (combustíveis), que já chegaram a, respectivamente, 4,8 milhões e 3,6 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2019, o Itaqui recebeu e distribuiu, do final de junho até agora, algumas cargas menos frequentes. De dormentes de madeira e trilhos para a expansão de ferrovias a um guindaste LHM 320 com capacidade para 100 toneladas.

Os tarugos produzidos em Açailândia foram recepcionados e armazenados nos pátios B e C do porto aguardando a atracação do navio Lady Serra no berço 100, na tarde de quinta-feira. Já está prevista mais uma movimentação de 30 mil toneladas da carga para a Nigéria.

Apesar de ser um embarque inédito, a operação do navio é feita seguindo os protocolos operacionais normalmente utilizados em outras cargas não mecanizadas, com a utilização de guindastes de bordo para içar as barras de aço até os porões do navio. A previsão é que o embarque seja finalizado em quatro dias.

Carregando