Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Londres é eleita a melhor cidade para estudantes internacionais

Tóquio e Melbourne ocupam, respectivamente, a segunda e a terceira colocação do ranking

Pela segunda vez seguida, Londres foi considerada a melhor cidade estudantil do mundo na nova edição do ranking QS Best Student Cities, divulgada no dia 31 de julho.

“Londres não é exatamente a opção mais barata para estudantes. O aluguel e os custos de vida são significativamente maiores na região em comparação ao resto do Reino Unido. Ainda assim, graças à concentração de universidades consagradas, às oportunidades profissionais e sociais e uma confluência cultural incompreensível que mistura o corporativo com o alternativo, estudar em Londres pode valer cada centavo”, afirma a Quacquarelli Symonds (QS), empresa responsável pelo ranking.

Tóquio e Melbourne ocupam, respectivamente, a segunda e a terceira colocação do ranking, e são seguidas por Munique e Berlim, duas cidades localizadas na Alemanha.

Montreal, Paris, Zurique e Sydney estão na 6ª, 7ª, 8ª e 9ª posições. Seul, com 18 universidades ranqueadas pela empresa, completa o top 10 e se destaca como uma das cidades asiáticas mais representativas para quem quer estudar fora do país de origem.

“Seul é uma cidade que está o tempo todo ativa e nunca chega a ser maçante. Seja pelos sons dos mercadores da noite, pela atmosfera das casas de chá ou os lamentos dos gamers em um centro de jogos, Seul tem vida tanto às três da manhã quanto às cinco da tarde”, comenta a QS. “A magia dessa cidade é que é impossível ficar entediado nela, já que existe cultura, história e criatividade em cada esquina que você vira”.

Metodologia
O ranking é feito anualmente e tem como objetivo listar os 120 destinos urbanos mais atraentes para estudantes internacionais. A QS utiliza cinco critérios na hora de montar a lista: University Rankings, Student Mix, Desirability, Employer Activity e Affordability. Também foi incluída a categoria Student View, baseada na pesquisa sobre estudantes e recém-graduados.

Para ser escolhida, a cidade também precisa ter uma população acima de 250 mil e abrigar ao menos duas universidades listadas na edição mais recente do QS World University Rankings.

As 25 melhores cidades para estudantes internacionais

 

Carregando