Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Operação Lei Seca abordou mais de mil veículos na capital em julho

De acordo com os relatórios do Detran-MA, apenas 3% dos condutores abordados foram flagrados e autuados por dirigirem sob o efeito de álcool

Operação Lei Seca. (Foto: Divulgação)

Mais de mil pessoas foram abordadas durante as Operações Lei Seca, realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) e pelo Batalhão de Policia Rodoviária (BPRV), em São Luís, no período de 5 de julho a 5 de agosto. A Operação Lei Seca foi retomada em caráter fiscalizatório, após um intenso período de atividades educativas de conscientização, que têm como principal objetivo retirar das ruas, condutores que insistem em dirigir após o uso de bebida alcoólica.

Durante os últimos 30 dias, foram realizadas 10 blitzen da Lei Seca em diversas avenidas da capital e, segundo dados da Divisão de Estatística do Órgão, registradas 1.060 abordagens a veículos, sendo 967 testes do etilômetro (bafômetro) e 93 recusas. As operações apontam que foram efetivadas 290 autuações em mesmo período.

De acordo com os relatórios do Detran-MA, apenas 3% dos condutores abordados foram flagrados e autuados por dirigirem sob o efeito de álcool, demonstrando que houve uma mudança positiva no comportamento dos condutores maranhenses.

Lei Seca

Quem for pego no teste do bafômetro ou apresentar sinais de embriaguez, ainda que se recuse a fazer o teste, comete infração gravíssima e está sujeito à multa de até R$ 2.934,70, além do recolhimento da CNH – que pode ser suspensa por até 1 ano. O veículo também é retido até que outro condutor habilitado e que não tenha ingerido bebida alcoólica se apresente.

Carregando