Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Lançado programa estadual de apoio e fomento à cadeia do arroz

Atualmente, o estado é o 5º que mais produz arroz no país e tem o maior consumo do produto, segundo dados da CONAB

Foto: Reprodução

A Secretaria Estadual de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e o Sindicato das Indústrias de Arroz do Estado do Maranhão (Sindarroz) lançaram, nessa quinta-feira (15), o Programa Estadual de apoio à industrialização e fomento da produção do arroz no Estado do Maranhão – Decreto 34.933 de 11 de junho de 2019.

De acordo com o subsecretário da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Expedito Rodrigues, o plano vai contribuir para o aumento da produção de arroz no estado. “Importante medida que foi trabalhada visando apoiar e incentivar a cadeia produtiva do arroz. Mais um trabalho em conjunto, que irá refletir com a volta do Maranhão ao topo dos principais produtores e beneficiadores do país”, disse.

Durante o evento, foram explanados as principais potencialidades e gargalos do setor que, com o plano, irão aumentar a produtividade e colocar o Maranhão entre os principais estados produtores do Brasil. Atualmente, o estado é o 5º que mais produz arroz no país e tem o maior consumo do produto, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

O presidente do Sindarroz, Jeremias Gaspar Neto explicou que o decreto era a principal reivindicação da cadeia produtiva, e que devido a tributação, os produtores não estavam tendo condições de concorrer com outros estados. “Nós queremos agradecer ao governador Flávio Dino que foi sensível a nossa reivindicação. Vamos dar um passo muito importante, tanto na indústria, como na produção. Nosso objetivo é fazer do Maranhão o maior produtor de arroz, já que é o maior consumidor”.

Além da Seinc e do Sindarroz, as secretarias de Fazenda e Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) contribuíram para a elaboração do decreto.

 

Carregando