Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Campanha Setembro Verde sensibiliza para a doação de órgãos no Maranhão

Entre os anos de 2000 e 2018, o Maranhão realizou 630 transplantes renais, 2.007 de córneas, três de fígado e oito de tecidos ósseos

Foto: Reprodução

Foi realizado nessa segunda-feira (2), em São Luís, o lançamento da campanha Setembro Verde que visa sensibilizar a população para a doação de órgãos. A campanha reforça que “É hora daquelas duas palavrinhas com a sua família: sou doador”.

De acordo com a coordenadora do Central Estadual de Transplantes, Maria Inês de Oliveira, a campanha tem o desafio de combater a desinformação acerca da doação de órgãos. “A Campanha Setembro Verde 2019 tem como foco levar informação aos familiares que acompanham os pacientes dentro das unidades de saúde. Diante disso, queremos sensibilizá-los afirmando que o desprendimento de dizer ‘Sim’ poderá salvar outras vidas, além de ser uma atitude altruísta”, disse.

Entre os anos de 2000 e 2018, o Maranhão realizou 630 transplantes renais, 2.007 de córneas, três de fígado e oito de tecidos ósseos. Em 2017, foram 294 pessoas beneficiadas com doações de órgãos, sendo 246 para córneas, 47 para rins e um de tecido ósseo. No ano passado, 313 transplantes, sendo 273 de córneas, 31 de rins, três de fígado e seis tecidos ósseos. Em 2019, dez transplantes de rins e um de fígado foram realizados. O Maranhão possui 507 pessoas cadastradas aguardando doação de córneas, 247 pessoas cadastradas aguardando doação de rins, além de uma para fígado.

Referência mundial em transplantes de órgãos, cerca de 96% dos procedimentos de transplantes de todo o país são financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Brasil é o 2º maior transplantador do mundo, atrás apenas dos EUA. Os pacientes recebem assistência integral e gratuita, incluindo exames preparatórios, cirurgia, acompanhamento e medicamentos pós-transplante, pela rede pública de saúde.

Carregando