Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Após pagar fiança, Astro de Ogum é liberado; assessores são encaminhados para Pedrinhas

Astro de Ogum afirmou que a suposta vítima do estupro mediante extorsão é filho do prefeito de Morros, nas suas palavras, seu adversário político

Foto: Reprodução

O vereador Astro de Ogum, vice-presidente da Câmara de São Luís, preso na manhã desta quinta-feira (12) pela Polícia Civil por posse de arma de fogo, pagou fiança e foi liberado. Seus assessores, que são acusados de extorsão e pedofilia, após serem autuados foram encaminhados para o Centro de Triagem de Pedrinhas.

Em coletiva ainda na sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), Astro afirmou que o revólver calibre 38, encontrado embaixo da cama do seu quarto pertence a um funcionário responsável pela segurança do imóvel. Além disso, disse que a suposta vítima do estupro mediante extorsão é filho do prefeito de Morros, nas suas palavras, seu adversário político.

“A investigação que pesa sobre o vereador, e o motivo de ele ter vindo à Seic é devido à posse ilegal de arma de fogo. Os alvos das investigações, no que compete ao estupro mediante fraude, são os assessores Rayssa Mendonça e Raimundo Costa Filho”, disse a assessora de comunicação e jurídica ItaMargareth.

Rayssa Mendonça mora na casa de Astro de Ogum. Raimundo Filho apesar de não morar, segundo ItaMargareth, era acostumado a dormir na casa do parlamentar.

“Minha casa é sempre lotada por pessoas, conheço tanta gente, não me lembro se conheço a pessoa que fez a denúncia de estupro mediante fraude”, declarou Astro de Ogum, quando logo em seguida disse: “o pai deste rapaz (se referindo à vítima) até meu inimigo é, que é o prefeito de Morros, que é o meu inimigo”, citou duas vezes por prefeito de Morros ser seu inimigo político, Astro de Ogum.

Carregando