Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Flybondi descarta operação de voos domésticos no Brasil

Rio de Janeiro (Galeão) e Florianópolis ganharão ligações diretas com Buenos Aires, no Aeroporto de El Palomar

Foto: Reprodução

A companhia de baixo custo argentina Flybondi, que começa a voar para o Brasil neste mês, descartou a possibilidade de operar também voos domésticos no País. De acordo com o chief commercial officer (CCO), Mauricio Sana, a Flybondi não possui qualquer acordo com aéreas brasileiras. Rio de Janeiro (Galeão) e Florianópolis ganharão ligações diretas com Buenos Aires, no Aeroporto de El Palomar, cujas rotas já acumulam 20 mil assentos vendidos.

“Não temos intensão de operar voos domésticos no Brasil, pois o objetivo é consolidar as nossas rotas. Além disso, não assinamos alguma aliança com nenhuma companhia brasileira, pois esses acordos são complicados de se aplicar por termos econômicos e diferenças operacionais”, explica Sana.

A Flybondi também colocou o pé no freio nos seus investimentos devido às instabilidades na economia da Argentina. A meta da companhia era aumentar a sua frota de cinco para dez aeronaves até o final de 2019, mas o plano foi bloqueado. “Pensamos na sustentabilidade da empresa e como o mercado responde”, justifica.

“A estratégia hoje é de expandir as nossas rotas a destinos que são prioridades em nossas análises, considerando as expectativas de rentabilidade e o fator qualitativo. Já temos aprovação para o Chile, mas damos prioridade ao Rio de Janeiro, por exemplo.”

Carregando