Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Expo Indústria Maranhão 2019 traz inovação, tecnologia e conhecimento

A feira funcionará das 17h às 22h e contará com debates sobre profissionais e desafios do futuro.

Milhares de pessoas poderão conhecer atividades de 170 empresas (Foto: DivulgaçãoO

O Sistema FIEMA realizará a terceira edição da Expo Indústria Maranhão, com início nesta quarta-feira, 6, até o dia 8 de novembro, no Multicenter Negócios e Eventos, em São Luís. A ação terá, além dos estandes, uma vasta programação com rodada de negócios, palestras, bate-papos, oficinas, workshops e painéis, voltados a empresários, investidores, estudantes e público em geral.

Após o grande sucesso das duas primeiras edições, em 2015 e 2017, a feira este ano está cheia de novidades. São ações que envolvem o desenvolvimento de projetos empresariais, a propagação de novos conteúdos que podem formar cultura empreendedora e, ainda, disponibilização de serviços voltados para a gestão das atividades de empresas que já estão no mercado.

A feira funcionará das 17h às 22h e contará com debates sobre profissionais e desafios do futuro, além de um espaço para que fornecedores, empresários e distribuidores locais encontrem executivos de grandes empresas nacionais. Nos três dias de evento, milhares de pessoas poderão conhecer atividades de 170 empresas participantes e visitar cerca de 70 estandes de exposição.

Visando a construção de ambientes favoráveis aos negócios, essa edição terá suas atratividades organizadas por pilares temáticos divididos em Indústria Criativa, Indústria 4.0 e a Economia Digital e Infraestrutura: Logística e Energia. Edilson Baldez das Neves, presidente da FIEMA, destaca que o evento se justifica pela necessidade de mostrar a importância do setor produtivo maranhense.

Segundo o presidente, a intenção é promover o intercâmbio de experiências entre indústrias, o setor produtivo propriamente dito e a população, além de estimular a indústria a manter-se competitiva, diversificada e inovadora. Em sua última edição, o evento indicou R$ 243 milhões em expectativas de negócios.

Carregando