Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Dr. Gutemberg comenta pagamento de parte dos salários atrasados da Maternidade Maria do Amparo

O parlamentar anunciou que ficou acordado o pagamento de dois dos quatro meses de salários atrasados dos médicos.

Dr. Gutemberg Araújo abraçou a luta pela manutenção dos serviços da maternidade desde o ano passado (Foto: Divulgação)

O drama da Maternidade Maria do Amparo, localizada no bairro Anil, tem sido acompanhado de perto pelo vereador Dr. Gutemberg Araújo. Em pronunciamento nesta segunda-feira, 11, na Câmara Municipal de São Luís, o parlamentar anunciou que, após mais um diálogo com a Prefeitura de São Luís e a ajuda do Ministério Público, ficou acordado o pagamento de dois dos quatro meses de salários atrasados dos médicos da Unidade de Saúde.

“Fico feliz em anunciar que, neste último fim de semana, conseguimos resolver o pagamento de dois dos quatros meses de salários atrasados dos funcionários dessa importante Unidade de Saúde para o Estado. Quero ressaltar a ajuda essencial das promotoras Doracy Moreira Reis e Glória Mafra, e do secretário de saúde Lula Fylho”, afirmou o vereador.

Dr. Gutemberg Araújo abraçou a luta pela manutenção dos serviços da maternidade desde o ano passado, quando o vereador foi procurado pelos funcionários da unidade de saúde que relataram a paralisação das atividades. Foi o parlamentar que trouxe o caso à Câmara Municipal de São Luís.

‘A Maria do Amparo tem funcionado a cada mês com sua agonia. Nós temos sido interlocutores daquela casa. E essa casa parlamentar foi essencial na reabertura da maternidade, responsável por 11% dos partos registrados na capital maranhense, sendo 100 mil contabilizados ao longo de 37 anos de existência. E agora, mais uma vez, conseguimos uma solução. Destaco, também, o apoio do presidente da Câmara, vereador Osmar Filho, e demais colegas vereadores”, completou Dr. Gutemberg.

Ainda no início deste ano, Dr. Gutemberg teve o apoio do presidente da Câmara, vereador Osmar Filho, e demais vereadores, para coordenar vários diálogos entre a diretoria do Centro Assistencial Elgita Brandão, entidade mantenedora da casa de saúde com os representantes do poder executivo Municipal.

Foram realizadas várias reuniões em busca de uma solução para o problema. Em uma delas, foi firmado um convênio com a Prefeitura Municipal de São Luís e a maternidade foi reaberta. Em outubro, Dr. Gutemberg, novamente, expôs os salários atrasados dos profissionais da casa e o risco de a maternidade fechar em definitivo.

No final do ano passado, o vereador Dr. Gutemberg destinou R$ 1 milhão de emendas na Lei Orçamentária Anual – LOA 2019, além de emenda pessoal no valor de R$ 250 mil para a Maternidade Maria do Amparo.

Carregando