Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Projeto Comunidade Ativa levará atendimentos e cursos de capacitação a moradores do Cajueiro

O projeto nasceu com o objetivo de garantir ações de caráter educativo, social e de saúde para a população da região.

A ideia é levar à população da região oportunidades em vários setores (Foto: Divulgação)

Desde o início de novembro, as famílias que vivem na localidade do Cajueiro, na Vila Maranhão, onde está sedo construído o Porto São Luís, contam com as atividades do projeto Comunidade Ativa. Idealizado pelo Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon), o projeto nasceu com o objetivo de garantir ações de caráter educativo, social e de saúde para a população da região.

De acordo com a diretora do Sinduscon, Lívia Viana, a ideia é levar a essa população da região oportunidades em vários setores. “É um projeto que nasceu para mudar a realidade dessa população que é muito carente. Será fixo e a pretensão é que funcione como um agente de transformação para essa comunidade. Queremos que todos sejam inseridos e beneficiados”, explicou.

Um container do Comunidade Ativa foi instalado no local para dar apoio na realização das atividades do projeto. Cursos de capacitação e qualificação profissional, alfabetização de jovens e adultos, treinamento de mão-de-obra, atendimentos em saúde, além de ações ligadas às questões ambientais são alguns dos serviços que serão ofertados.

O projeto tem como parceiros a Rota Nordeste, que é a empresa contratada para executar as obras do Porto São Luís; o Sistema Fiema, Sebrae-MA, Sindconstrucivil, Prefeitura de São Luís e Governo do Estado do Maranhão.

A primeira ação do projeto Comunidade Ativa foi o serviço de odontologia que foi realizado no início de novembro pela Unidade Móvel do Sesi. Na ocasião, durante dois dias, cerca de 80 pessoas da região do Cajueiro foram atendidas. Vale destacar que todas as faixas etárias foram beneficiadas com os serviços.

O próximo atendimento de saúde está programando para acontecer em dezembro. Desta vez, quem mora no entorno do Porto contará com serviços de oftalmologia, e ainda a possibilidade da compra de óculos de grau a preços mais acessíveis.

Segundo a diretora do Sinduscon, Lívia Viana, a ideia é que semanalmente sejam realizadas ações na comunidade. Um cronograma está sendo montado para 2020 com o intuito de conseguir realizar durante toda a semana atividades de interesse da população local. “A gente quer, além de proporcionar saúde e bem-estar, melhorar a questão da educação de quem vive aqui. Nossa preocupação é que eles também estejam aptos para o mercado de trabalho”, explicou.

Carregando