Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Consórcio Brasil Central reforça importância do Porto do Itaqui para a economia da região

Participam do consórcio os Estados do Maranhão, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins e do Distrito Federal

Foto: Reprodução

Um porto que cresce e ajuda toda a região central do Brasil a crescer. Essa foi a avaliação dos governadores que visitaram o Porto do Itaqui, em São Luís, nesta sexta-feira (19). Eles se reuniram no local para participar do 21º Fórum de Governadores do Consórcio Interestadual para Desenvolvimento do Brasil Central.

Participam do consórcio os Estados do Maranhão, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins e do Distrito Federal.

Pela posição estratégica, boa parte da produção desses Estados passa pelo Itaqui, um dos portos que mais crescem em todo o Brasil e que gera 16 mil empregos diretos e indiretos.

“Temos uma profunda ligação com a região central do Brasil, por causa das cargas que são movimentadas aqui, notadamente grãos. Movimentam o Porto do Itaqui e ajudam a economia do Maranhão”, disse o governador Flávio Dino, que guiou os colegas na visita às instalações do Itaqui.

“Ao mesmo tempo, [com essa visita] os governadores têm a oportunidade de ver o caminho pelo qual o esforço dos empresários e trabalhadores desses Estados percorre para chegar aos grandes centros consumidores do mundo”, acrescentou.

Segundo o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, “a lógica do consórcio é discutir o desenvolvimento do nosso Estado conjuntamente. Muito das cargas transportadas aqui vem dos nossos Estados. Isso aqui é competitividade. Quanto mais dinâmico estiver o porto, mais competitividade terá a produção nos nossos Estados”.

Exportação

Mauro Carlesse, governador do Tocantins, disse estar “encantado”: “A importância desse porto é fundamental. Quanto mais a gente conseguir tirar a nossa produção, mais a gente vai ser agressivo em colocar nosso produto lá fora. Fico muito feliz em estar numa potência dessa”.

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, lembrou que seu Estado é um grande produtor do agronegócio. “E grande parte vai para exportação. Esse porto é extremamente estratégico e importante para o crescimento do nosso Estado. Essa conexão com o Porto do Itaqui é estratégica para o futuro do nosso Estado”, disse.

Marcos Rocha, governador de Rondônia, afirmou que “visitando o Porto do Itaqui, a gente vê a capacidade dele, a ampliação que vem tendo ao longo dos anos. Com essa união, as nossas populações ganham ainda mais”.

Carregando