Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Condenado a 12 anos de prisão homem que tentou matar ex-mulher a facadas

Gutemberg Matos Bezerra cumprirá a pena em regime fechado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Gutemberg Matos Bezerra foi condenado a 12 anos de prisão (Foto: Divulgação)

Gutemberg Matos Bezerra foi sentenciado a 12 anos e oito meses de prisão pelo crime de tentativa de homicídio contra Girlene Araújo, com três qualificadoras: feminicidio, motivo torpe (vingança) e recurso que dificultou a defesa da vítima, tendo esfaqueado ela por trás. O caso aconteceu na noite do dia 23 de fevereiro de 2018, em paço do Lumiar/MA.

Gutember foi enviado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde cumprirá a pena em regime fechado.

O julgamento foi presidido pelo juiz da 2ª Vara de Paço do Lumiar, Roberto de Paula, e chegou ao fim na noite dessa quinta-feira, 05.

A vítima ficou internada durante 14 dias na UTI do Hospital Municipal Clementino Moura, o Socorrão 2, e já passou por cinco cirurgias desde o crime.

De acordo com informações do juiz Roberto de Paula, ela afirmou ter sofrido diversas perseguições do autor e também que chegou a ser agredida por ele em 2013. Antes de ser esfaqueada, Girlene já havia denunciado Gutemberg à polícia.

RELEMBRE O CASO

A tentativa de feminicídio aconteceu no Conjunto do Maiobão, em Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís. Gutemberg Matos Bezerra, conhecido como Guto, tentou assassinar a ex-mulher, Girlene Silva Araújo, com 18 golpes de faca.

O crime aconteceu na noite do dia 23 de fevereiro, do ano passado, na residência da vítima. Segundo informações da vizinhança, Girlene estava separada de Gutemberg havia dois anos, porém ele não aceitava o fim do relacionamento. Ele invadiu a casa da mulher e usando uma faca enferrujada, desferiu as facadas em diversas partes do corpo.

Girlene foi encontrada por vizinhos, que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Em estado muito grave, ela foi encaminhada para o Hospital Clementino Moura, o Socorrão 2, na região da Cidade Operária.

Girlene teve o pulmão perfurado e entrou no hospital com um quadro de infecção, já que a faca utilizada no crime se encontrava enferrujada.

Carregando