Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sergio Moro confirma envio da Força Nacional ao Maranhão

Os agentes deverão apoiar a Funai para garantir a integridade física e moral dos indígenas.

Moro confirmou o envio da Força Nacional ao Maranhão (Foto: Divulgação)

O ministro da Justiça Sergio Moro autorizou a Força Nacional de Segurança Pública a atuar na Terra Indígena Cana Brava Guajajara, no Maranhão, onde dois índios foram assassinados no último sábado, 07.

Os agentes deverão apoiar a Funai para garantir a integridade física e moral dos indígenas, dos servidores do órgão e dos não índios. A determinação é para ficarem na região por ao menos 90 dias.

A Polícia Federal informou que instaurou inquérito policial para apurar as circunstâncias da morte dos dois índios Guajajara e ferimentos em outros dois indígenas, por disparo de arma de fogo, no município de Jenipapo das Vieiras/MA.

Mortes

Foi o segundo atentado a indígenas no Maranhão em pouco mais de um mês. No dia 1º de janeiro, Paulo Paulino Guajajar, do grupo denominado Guardiões da Floresta, foi assassinado numa emboscada armada por madeireiros na Terra Indígena Arariboia, no município de Bom Jesus das Selvas. Outro líder, o índio Laércio Souza Silva, foi hospitalizado com ferimentos a bala.

Sobre este atentado, o governador do Maranhão, Flávio Dino, disse que a competência para apurar crimes contra os direitos indígenas é da esfera federal, mas que a polícia estadual colaboraria com as investigações. O governo estadual também ofereceu ajuda ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para combater queimadas na região, destacou o governador. Apesar das boas intenções das autoridades, o crime ainda não foi esclarecido.

Carregando