Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Copom corta Selic de 5% para 4,5% ao ano

Renovou-se, assim, o piso histórico da taxa de referência usada para a cobrança de juros em empréstimos e financiamentos.

Filipe Frazao/Getty Images

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) cortou de 5% para 4,5% ao ano nesta quarta-feira (11) a meta para os juros básicos (Selic).

Renovou-se, assim, o piso histórico da taxa de referência usada para a cobrança de juros em empréstimos e financiamentos; e para a remuneração das aplicações financeiras realizadas no Brasil.

Neste comunicado, os dirigentes do BC disseram que “o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela na condução da política monetária”.

Diferentemente do que fez nas decisões recentes, em que já sinalizava com clareza o que faria na reunião seguinte, desta vez o Copom indicou que os próximos “continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação”.

Ou seja, os próximos passos a serem tomados na política monetária parecem estar em aberto. Mais detalhes podem ser publicados na ata da reunião, que será publicada na próxima terça (17).

“O Comitê enfatiza que seus próximos passos continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação”, diz o documento.

Carregando