Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Empresas doam aparelhos respiratórios para a rede de saúde do Maranhão

O principal objetivo da mobilização é viabilizar a aquisição dos equipamentos o mais rápido possível e minimizar os efeitos da pandemia

Foto: Reprodução

Após articulações entre o Governo do Estado, por meio do secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, e empresários maranhenses, com ênfase na possível escassez de equipamentos auxiliares do sistema respiratório de pacientes contaminados pela covid-19, as redes municipal e estadual de saúde do Maranhão vão receber novos aparelhos de ventilação pulmonar e respiração assistida.

Os empresários serão responsáveis pela doação dos aparelhos aos hospitais maranhenses, em um ato de solidariedade. “As doações se somam às ações do Governo do Estado no combate ao coronavírus e vão ajudar o sistema de saúde do Maranhão para atender um possível aumento na demanda, além de trazer mais qualidade no atendimento aos pacientes. O Maranhão agradece as doações da classe empresarial”, explicou Simplício Araújo.

O secretário Simplício explica que, mais uma vez, a interação entre governo e iniciativa privada vai garantir maior agilidade na aquisição de equipamentos importantes para o setor da saúde. “Com essas doações, vamos conseguir, de forma mais rápida, suprir as necessidades da saúde dos maranhenses, em âmbito municipal e estadual. Os empresários aliam rapidez e capacidade logística”, explica Simplício.

No Brasil, médicos e especialistas já se preparam para a falta de respirador nos hospitais. E o principal objetivo da mobilização no Maranhão é viabilizar a aquisição dos equipamentos o mais rápido possível e minimizar os efeitos da pandemia na saúde e na economia. A ideia é que os empresários e entidades de classe maranhenses também comprem os aparelhos de empresas nacionais e promovam fôlego na economia local.

Muitos empresários já aprovaram a ideia e procuraram o Governo para tratar sobre a doação, segundo o secretário. “Os respiradores vão ajudar os pacientes contaminados pelo vírus, que apresentam, sobretudo, dificuldades respiratórias. Estamos antecipando aqui, uma rede de solidariedade em prol de todo o Estado”, destacou Araújo.

Uma das principais características da covid-19 é a agressividade ao sistema respiratório. Nesse caso, os respiradores ajudam os pulmões a inspirar e expirar quando as pessoas não conseguem operar o sistema respiratório normalmente e se consolidam como importantes aliados no enfrentamento ao vírus.

O Maranhão tem um déficit de cerca de 200 respiradores. Nas últimas horas já se registrou a disponibilidade para doação de 80 aparelhos. O Secretário Simplício Araújo continua conversando e acredita que novas doações irão ocorrer.

Doaram as empresas Eneva, Grupo Mateus, Aço Verde do Brasil, Alumar, Ômega Engenharia, Granel Química, Raizen, grupo FC Oliveira e Ambev.

Carregando