Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Live do Terceirão Não Tira Férias dá dicas valiosas de redação e atualidades para o ENEM

Estudantes dos diversos municípios maranhenses e até de outros estados assistiram ao Aulão de Redação e Atualidades

Foto: Reprodução

Um sábado mais do que especial para quem acompanha o Terceirão Não Tira Férias e visa ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e aos demais vestibulares. Arthur Góes (Redação); Saulo Formiga (Geografia) e Rafael Carlos (Sociologia), professores de primeira linha, comandaram a live da manhã deste sábado (3) e trouxeram dicas valiosas de Redação e Atualidades, que ajudarão muitos estudantes na hora de responder questões das provas. O Aulão foi transmitido, às 9h, pelo canal YouTube da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Estudantes dos diversos municípios maranhenses e até de outros estados, como Minas Gerais, assistiram ao Aulão de Redação e Atualidades, que trouxe como tema para a discussão ‘Programas Sociais: um olhar sobre a função e a eficácia das políticas de transferência de renda na realidade brasileira’. Luciene Barros externou que o Aulão ajuda o estudante a adquirir novos conhecimentos. “Muito boa essa oportunidade de aprendizagem para os alunos”, expressou.

O professor Saulo Formiga destacou a importância da discussão do tema. “A prova do ENEM, de uma forma bem característica, sempre traz a discussão de pontos importantes na figura do cidadão. Então, a cidadania é um dos eixos principais da prova do ENEM, o exame pede que o aluno, como cidadão, tenha um posicionamento. Trazer essa discussão aqui é exatamente preencher essa lacuna, que às vezes na educação básica não é tão recorrente, porque não é bem a característica dessa educação básica. A gente está transformando educação para que ela seja cada vez mais crítica. Então, a gente precisa tornar a aula mais próxima possível da prova do ENEM e da UEMA, que é um dos nossos focos”, defendeu.

Saulo Formiga enalteceu ainda o Terceirão NãoTira Férias pela oferta das aulas virtuais e disse que o professor, ao ministrar suas aulas para ajudar os estudantes na obtenção de seus objetivos e rumo à universidade, estabelece uma conexão com o alunado que vai além da oferta de conteúdos.

“O Projeto Terceirão Não tira Férias veio para ficar. Tiramos esse momento para fazer um material de apoio, com aulas gravadas, para que o estudante possa se preparar de forma adequada e competir no ENEM. O que estamos depositando é muito mais do que aulas, estamos depositando confiança, segurança e carinho, porque sabemos que chegar à universidade não é só uma questão profissional, é uma questão de realização de sonhos e nós estamos aqui, agradecendo vocês pela participação e continuamos gravando as aulas e fazendo as lives para contribuir da melhor maneira possível”, exprimiu.

O professor Rafael Carlos destacou alguns aspectos dos problemas sociais. “Além dos aspectos históricos, foram levadas, também, em conta as questões socioeconômicas, uma vez que os programas sociais têm como característica principal exatamente ser uma tentativa de combater aquilo que existe como problemática social, a questão da desigualdade, concentração de renda, concentração fundiária, concentração de terra, que infelizmente é uma realidade do nosso país. A gente vive em um país muito rico, mas ao mesmo tempo bastante desigual. Então, é fundamental o papel do Estado na promoção dos direitos sociais, através desses programas também”, explicou.

As lives, videoaulas e audioaulas, disponibilizadas pela Seduc, são ferramentas essenciais, sobretudo nesse contexto de pandemia e distanciamento social, para dar continuidade à preparação dos jovens estudantes maranhenses para os vestibulares. O professor Rafael Carlos exaltou a ação do Governo do Estado para possibilitar aos estudantes uma preparação mais adequada para os vestibulares.

“A Seduc nos possibilitou todo o suporte técnico para a gravação das aulas e das lives e isso demonstra a preocupação e o zelo em produzir o melhor conteúdo possível para nossos estudantes. Os alunos têm se mostrado interessados, sobretudo pela possibilidade que as lives oportunizam de revisarem e aprofundarem conteúdos importantes e também desenvolverem as habilidades necessárias”, declarou.

Arthur Góes expressou a sua satisfação por particiapar do Terceirão Não tira Férias e avaliou a live deste sábado. “É uma honra fazer parte desse projeto e venho aqui ratificar a importância dele nesse processo de preparação para o nosso aluno da rede pública do Maranhão. Foi uma aula completa. Os alunos tiveram informações sobre um tema importante, com a participação dos professores, abordando questões históricas das áreas de conhecimento. Depois falamos sobre como organizar esse texto, que é o foco da nossa live. Foi muito bom ter participado, acredito que o alunado também deve ter gostado desse encontro”, comentou.

Carregando