Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

FNDE e MCTIC estudam parceria para primeiro curso aeroespacial que vai beneficiar Alcântara

Segundo o Alto Comando da Aeronáutica, a base maranhense será transformada em Centro Espacial de Alcântara (CEA)

Foto: Reprodução

O Maranhão poderá ter o primeiro curso técnico voltado para o setor aeroespacial brasileiro. Parceria neste sentido está sendo articulada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTIC).

A informação é do deputado Gastão Vieira (PROS) adiantada esta semana à Revista Fórum. O curso vai beneficiar diretamente o estado do Maranhão, em especial a cidade de Alcântara, que voltou nos últimos meses a ocupar o noticiário nacional e internacional com a assinatura do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) entre os governos do Brasil, e Estado Unidos para uso comercial do Centro de Lançamento de Foguetes (CLA).

Segundo o Alto Comando da Aeronáutica, a base maranhense será transformada em Centro Espacial de Alcântara (CEA), a exemplo do que já do Centro Espacial John F. Kennedy (KSC) localizado em Cabo Canaveral, e o Centro Espacial Lyndon B. Johnson, situado em Houston, ambos nos Estados Unidos.

CURSO TÉCNICO

“Nós queremos aproveitar essa questão da Base Aérea de Alcântara para promover o primeiro curso técnico para esse setor”, afirmou Gastão Vieira.

O parlamentar maranhense revelou que esteve esta semana reunido com o atual presidente do FNDE, Carlos Alberto Decotelli, e o secretário-executivo do MCTIC, Julio Francisco Semeghini Neto, quando trataram do assunto.

“Isso tem que ser uma costura para o Brasil inteiro, o Maranhão precisa sair na frente porque vai sediar o centro “, defendeu Gastão. Ele afirmou que “é essencial que o país inicie a discussão sobre o uso das tecnologia que ajudarão no desenvolvimento da educação brasileira como um todo.”

SEMINÁRIOS

Ao Jornal Pequeno, Gastão Vieira também falou em relação ao Seminário “Financiamento em educação Básica – Qualidade, Eficiência e Equidade”, que, por iniciativa sua, foi realizado esta semana pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Devido o sucesso do evento, do grande número de participantes – pesquisadores, técnicos e estudiosos, representantes de entidades e organismos ligado à educação, e da necessidade de discutir o Novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), o deputado pensa em outros eventos.

“Este será o primeiro de uma série de cinco seminários que vai realizar este ano para embasar a discussão do Novo Fundeb”, explicou Gastão Vieira. “Já comuniquei ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que nos garantiu todo apoio aos próximos seminários. E espero que seja útil para os administradores e todos que mexem com a educação”, acrescentou.

Carregando