Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Adelmo Soares e Thaiza Hortegal propõem a criação da Frente Parlamentar em Defesa do Dnocs

O Maranhão não possui escritório regional do DNOCS, o que obriga o Estado a tentar resolver problemas relacionados ao órgão em Teresina ou em Fortaleza.

Adelmo frisou que a logística dificulta diálogo e negociação sobre projetos de interesse do Maranhão

O deputado Adelmo Soares (PCdoB) anunciou, nesta quinta-feira (9), em meio ao seu discurso no Plenário Nagib Haickel, a proposta de criação da Frente Parlamentar em Defesa do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), conjuntamente com a colega de parlamento, Dra. Thaiza Hortegal (PP).

Adelmo Soares informou que o Maranhão não possui escritório regional do DNOCS, o que obriga o Estado a tentar resolver problemas relacionados ao órgão em Teresina ou em Fortaleza, onde ficam lotadas superintendências do departamento. Um fator logístico que dificulta diálogo e negociação sobre projetos de interesse do Maranhão, a exemplo do Tabuleiro de São Bernardo.

“O Tabuleiro de São Bernardo é uma riqueza imensa. São onze mil hectares de terra. Passando o Rio Parnaíba, existem Tabuleiros Litorâneos, do Piauí, que avançou, progrediu, cresceu. É só passar a ponte, é só passar o rio lá e estão os Tabuleiros Litorâneos, avançados. E olha que aqui nós fizemos um pacto, sentamos juntos com os companheiros do DNOCS. O Governo do Estado tem investido com assistência técnica, tem colaborado, mas nós estamos aquém, porque o DNOCS está hoje numa situação dificílima e precisa da nossa força política, para que o Governo Federal possa entender e ajudar o DNOCS a desenvolver”, afirmou Adelmo Soares.

Nos termos da Resolução Legislativa nº 773/16, o deputado solicitou que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa faça o registro da Frente Parlamentar em Defesa do DNOCS, entidade suprapartidária de cunho associativo, sem fins lucrativos, constituídos nos termos da ata de fundação e do estatuto apresentados. Vários deputados, a exemplo de Arnaldo Melo (MDB), Neto Evangelista (DEM), Paulo Neto (PSL), Edivaldo Holanda (PTC) e Mical Damasceno (PTB) assinaram o documento e solicitaram aos demais que sejam signatários também da Frente em Defesa do DNOCS, para ajudar a fortalecer o Maranhão.

De acordo com o Estatuto, “a Frente Parlamentar em Defesa do DNOCS é uma entidade associativa que defende interesses comuns, constituída por representantes de todas as correntes de opinião política da Assembleia Legislativa do Maranhão e tem como objetivo de acompanhar e propor sugestões para a implantação, desenvolvimento e assistência buscando execuções de políticas do Governo Federal no Maranhão”.

Carregando