Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Embarcação apreendida pelo Bope foi utilizada para o tráfico e contrabando

O barco foi furtado em Icatu e estava sendo utilizado para o tráfico de drogas e contrabando de lá até Raposa, na Grande Ilha

O barco foi apresentado no Plantão de Polícia Civil do Maiobão. (Foto: Bope-MA)

Uma embarcação foi apreendida, no início desta semana, pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope-MA), no município de Raposa, na região metropolitana de São Luís, sendo que havia sido furtada na cidade de Icatu/MA, na Região do Munim. Segundo a unidade da tropa de elite, o barco foi utilizado para o tráfico de entorpecentes e também para o contrabando.

Conforme o major Araújo, subcomandante do Bope-MA, a Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE) coletou informações, por meio do seu Grupo de Serviço Avançado (GSA), sobre criminosos que estavam cometendo ilícitos na área de Raposa. Sendo assim, o comandante do Batalhão de Operações Policiais Especiais, coronel Nilson, determinou que a equipe de serviço averiguasse a situação.

Durante rondas da Equipe Bravo, contou o major, um homem entrou em contato com a guarnição, sendo que relatou sobre o furto de sua embarcação, do tipo Biana, fato ocorrido em Icatu. O barco foi encontrado no Porto da Jussara, bairro Mirassol. Após buscas no veículo aquático, nenhum bandido foi localizado, mas o Bope-MA apurou que o barco estava sendo usado para o translado de entorpecentes e contrabando em alto-mar para a área costeira de Raposa.

O major Araújo disse que o material apreendido foi encaminhado ao Plantão de Polícia Civil do Maiobão, para que tomasse as providências judiciárias.

 

Carregando