Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Presos membros do CV com descoberta de sistema de videomonitoramento

Delegado Carlos Alessandro explicou que foram cumpridos, na “Operação Camboa”, 22 mandados de busca e apreensão e 4 de prisão preventiva

O grupo foi capturado durante operação da Seic e outras unidades. (Foto: Seic)

Como resultado da “Operação Camboa”, deflagrada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), com o apoio de outras unidades, ocorreu a captura de Victor Lucci Costa da Silva, o “Vitão”, no Estado da Paraíba, nesta sexta-feira (19). Membro do Comando Vermelho (CV), ele mantinha contato direto com Paulo Ricardo Sá, o “RD”, que tinha até um sistema de videomonitoramento na Camboa, na capital maranhense. Outras quatro pessoas foram localizadas nas incursões.

Titular da Seic, delegado Carlos Alessandro explicou que foram cumpridos, na “Operação Camboa”, 22 mandados de busca e apreensão e 4 de prisão preventiva, sendo que foram capturados, além de “RD” e “Vitão”, Guilherme Bruno Gomes Moraes, Cristiane Pires, Luan Roger Ferreira da Silva e Kassio Breno Pinto Moreira. O líder da facção, Victor Lucci, estava foragido do Complexo Penitenciário de Pedrinhas desde setembro de 2018.

De acordo com o delegado Gil Gonçalves, titular do DCCO/Seic, “Vitão” foi preso em um condomínio luxuoso em Campo Grande, na Paraíba. Segundo ele, Lucci, mesmo em outro estado, entrava em contato direto com “RD”, em mensagens referentes ao tráfico de drogas e ao CV. Na casa de Paulo, inclusive, foi encontrado um sistema de videomonitoramento utilizado para verificar a presença de policiais na região da Camboa/Liberdade e para monitorar a presença de integrantes da facção rival.

Carregando