Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Vídeo de universitária sobre o Farmácia Viva participa de competição internacional

Os vídeos pré-selecionados foram publicados on-line no Youtube para serem votados pelo público por meio de visualizações – para cada view um voto será computado

A presidente do Grupo JP, Hilda Bogéa, recebeu a universitária maranhense Mirian Fonkam

A universitária maranhense Mírian Funkam, estudante do curso de Ciências da Computação na Universidade Americana da Nigéria (American University of Nigeria), participa da competição Global Youth Video Competition, organizada pela ONU, na categoria “Soluções Naturais para Alimentação e Saúde Humana”. O vídeo produzido pela universitária retrata o programa Farmácia Viva.

O vídeo consta em uma lista elaborada com base nos critérios de conteúdo, inovação, originalidade, impacto e conhecimento técnico. Os vídeos pré-selecionados foram publicados on-line no Youtube para serem votados pelo público por meio de visualizações – para cada view um voto será computado. Um vencedor será selecionado por categoria. Os três vencedores participarão da Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU (COP25) em Santiago (Chile), em dezembro.

A ideia da jovem surgiu na busca por ocupar o tempo livre das férias. Ela queria alguma oportunidade de aprimoramento dos seus conhecimentos acadêmicos. Foi então que soube da competição organizada pela ONU. A estudante possui experiência em outras competições internacionais como o Hult Prize, na África, e o Modelo Nações Unidas, em Nova Iorque.

“Das três categorias disponíveis, a que eu mais me interessei foi a de ‘Soluções Naturais para Alimentação e Saúde Humana’, principalmente porque eu já tinha ouvido falar do trabalho da Dra. Terezinha Rego. Quando finalmente consegui entrevistá-la na UFMA, ela me recomendou o projeto Farmácia Viva”, disse a universitária.

Filha de uma maranhense com um professor universitário camaronês, Mírian Fonkam tem 20 anos e, desde 2013, estuda fora do país, em períodos divididos entre Estados Unidos e Nigéria. Atualmente, ela é líder na universidade onde estuda, além de presidente da Associação dos Estudantes Internacionais e diretora do campus para Hult Prize, premiação que busca criar soluções de âmbito social no que tange à segurança alimentar, acesso à água, energia e educação.

Carregando