Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Apps com malwares para Android foram instalados 335 milhões de vezes

Aplicativos com adwares são responsáveis, sozinhos, por 89% dos downloads infectados

Foto: Reprodução

Só em setembro, mais de 335 milhões de usuários de Android foram enganados e baixaram aplicativos infectados com malwares na Google Play Store. Ao todo, 172 apps que continham ameaças como adwares e inscrição automática em serviços fraudulentos de assinatura driblaram o mecanismo de segurança da loja do Google. A informação foi divulgada na terça-feira (1º) pelo pesquisador Lukas Stefanko, da empresa de cibersegurança ESET.

Aplicativos com adwares foram baixados mais de 300 milhões de vezes e correspondem a 89% das instalações de apps infectados. De um total de 48 programas com anúncios maliciosos, pelo menos 46 deles pertenciam ao mesmo desenvolvedor e já foram removidos da Play Store. Em segundo lugar, com mais de 20 milhões de downloads, vêm os aplicativos que escondiam golpes de assinatura automática de serviços.

Outros tipos de malware encontrados na Play Store incluem anúncios ocultos, inscrição em serviços premium de SMS, trojans bancários, antivírus falsos e stalkerwares. Vale ressaltar que os dados divulgados por Stefanko apenas indicam a quantidade de downloads que os aplicativos acumularam desde o momento em que foram descobertos pelo pesquisador. É possível que o número seja maior do que o indicado no levantamento.

A boa notícia é que, segundo Stefanko, a maior parte dos apps prejudiciais parece ter sido removida pelo Google. “Se não todos, definitivamente a maioria desses aplicativos não está mais disponível na Google Play”, disse o pesquisador em entrevista ao site The Next Web.

Carregando