Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Startup maranhense utiliza fluido biodegradável para combater poluição

A Bio Fluid Soluções vem trabalhando na fabricação de um fluido biodegradável à base de óleo de coco babaçu.

O engenheiro Pedro Rabelo recebe o apoio do Inova Maranhão (Foto: Divulgação)

Quando ainda finalizava a graduação em Engenharia Mecânica na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Pedro Sérgio Lima Rabelo fazia parte de um projeto de pesquisa sobre o uso de energia limpa em processos de fabricação mecânica, quando teve a ideia de transformar o objeto de seu estudo em empreendimento.

Por meio do programa estadual Inova Maranhão, o que era apenas um projeto acadêmico saiu do papel e hoje tem nome e sobrenome. Trata-se da Bio Fluid Soluções Eco Biodegradáveis, startup genuinamente maranhense que vem trabalhando na fabricação de um fluido biodegradável à base de óleo de coco babaçu, utilizável no corte de aço industrial.

“A proposta da Bio Fluid é trazer um produto de origem vegetal, 100% biodegradável, adequado às legislações ambientais vigentes, que não gere insalubridade aos operadores e que possa aumentar a vida útil das ferramentas industriais de corte”, detalha o engenheiro, que é o CEO (Chief Executive Officer) da empresa.

A Bio Fluid foi um dos 24 empreendimentos selecionados no edital N° 007/2019 para a segunda fase do programa Inova Maranhão para Startups.

Lançado em 2016, o Inova Maranhão tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento econômico e fortalecimento do mercado de tecnologia do estado do Maranhão. A atuação do Inova Maranhão acontece por meio dos eixos: Educação, Startups, Ecossistema, Universidades, Empresas, Administração Pública e Parque Tecnológico.

“Nós fomos aprovados em 2017. O primeiro edital nos possibilitou a ampliação da vivência de negócio. Foi uma experiência maravilhosa”, explica Pedro Lima Rabelo.

Para o CEO da Bio Fluid, o grande diferencial do produto é que ele pode resolver reduzir impactos ambientais e de operação nesse segmento industrial. “A maioria das empresas adota soluções de origem sintética, proveniente do petróleo, e isso desencadeia uma série de problemáticas. Logo após a operação, normalmente esses fluídos são descartados no ambiente, contaminando o meio. Nosso produto vem resolver esses problemas”, afirma.

Enquanto o produto passa da fase de validação, a startup mantém uma pequena clientela inicial. Mas há projeção de ampliação com o incentivo do Inova Maranhão.

“Com base no que foi aprovado no edital, temos recurso suficiente para ter uma produção maior que consiga atender outros mercados”, acredita.

Pedro avalia que o incentivo do Inova Maranhão é essencial para o “desenvolvimento do ecossistema” de inovação no estado. “Essas iniciativas aproximam ainda mais as universidades da iniciativa privada e de investidores. Toda a sociedade sai ganhando”, pontua.

Aplicativo de literatura infantil 

Essa também é a perspectiva da mestre em design e multimídia Jessica Furtado, uma das responsáveis pelo aplicativo maranhense de leitura infantil Tec Teca, outra startup selecionada no Inova Maranhão 2019, também na modalidade aceleração.

“O Inova Maranhão é muito bom, principalmente no nosso estado, que ainda é bem precário em relação à inovação. É muito bom esse tipo de edital para gente mostrar o que o estado tem”, sublinha.

O projeto foi desenvolvido em família. Jessica atua como designer; seu irmão, o cientista da computação Eugênio Furtado, fica responsável pelo desenvolvimento do app; e sua mãe, a professora doutora em Plataformas Digitais Cassia Furtado, faz a curadoria dos livros lançados na plataforma.

Com uma versão gratuita, onde a criança pode fazer o download de um livro por mês, e uma versão paga, que dá acesso ao acervo completo, o aplicativo Tec Teca aposta em princípios das mídias digitais, como a gameficação, para chamar atenção das crianças para a importância da leitura.

“As crianças hoje usam muito o celulat e tablets, isso é uma realidade, não dá pra mudar. Então nós pensamos nisso. Se ela tirar dez minutinhos do YouTube lendo na TecTeca, o desenvolvimento da criança já vai melhorar, porque ele vai ler mais”, defende.

Dobro de investimentos

O edital N° 007/2019 do programa Inova Maranhão prevê investimentos de R$ 1,65 milhão para aceleração e a incubação de startups no Estado. O valor é o dobro do investido em relação ao último edital, lançado em 2017, e o número de propostas selecionadas para primeira fase também aumentou, de 67 para 110 propostas.

Carregando