Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Porto do Itaqui recebe navio coreano em sua viagem inaugural

A chegada do cargueiro foi comemorada pelo Porto do Itaqui

O Saligna integra a frota da companhia de navegação sul-coreana Pan Ocean. (Foto: Divulgação)

O Porto do Itaqui recebeu na última segunda-feira (09) o navio Saligna, em sua maiden voyage (viagem inaugural). Com bandeira das Ilhas Marshall, a embarcação foi lançada do estaleiro em 31 de outubro e escalou no porto público maranhense, nesta terça-feira (10), para uma operação de embarque de mais de 50 mil toneladas de celulose.O Saligna integra a frota da companhia de navegação sul-coreana Pan Ocean, representada pela agência Wilson Sons, e capaz de transportar mais de 62 mil toneladas de cargas (tonelagem porte bruto).

A embarcação atracou no berço 100 do Itaqui por volta das 2h e iniciou o carregamento de celulose ainda na madrugada, segundo dados do Centro de Controle Operacional do porto. O fim do carregamento está previsto para esta sexta-feira (13). A chegada do cargueiro foi comemorada pelo Porto do Itaqui.

O gerente de operações da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Adauto Serpa, deu as boas-vindas à tripulação do Saligna na quarta-feira (11) e entregou uma placa comemorativa ao comandante Shim Sang Ho. “Esta não é apenas a primeira viagem do Saligna, mas também a minha primeira viagem ao Itaqui. Apesar de marés com variação de até sete metros e fortes correntezas, aqui temos uma boa profundidade, condições climáticas favoráveis, além de termos tido uma ótima recepção”, contou o comandante.

A carga embarcada foi produzida pela Suzano Celulose S.A., empresa brasileira líder mundial na fabricação de celulose. A companhia possui um contrato com a Pan Ocean para transportar sua celulose do Brasil a portos da Europa, da Ásia e da América do Norte. “A Suzano e a Pan Ocean vêm crescendo; estamos conseguindo operar bem e ter melhoras significativas em relação à produtividade”, avaliou o analista sênior da Suzano, Mardomi Gama.

De janeiro a novembro deste ano, mais de um milhão de toneladas de celulose foram movimentadas pelo Itaqui. E o volume deve aumentar com a construção do terminal (em andamento), que contará com um armazém para 1,5 milhões de toneladas, um desvio ferroviário e um novo acesso marítimo (berço 99 do Itaqui). Essas obras fazem parte dos investimentos de R$ 214,873 milhões, que serão investidos pela Suzano no porto público do Maranhão.

Carregando