Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Prefeitura de São Luís inicia fase de acabamento em reforma do casarão que abrigará Escola Municipal de Música

Obras em prédio localizado na Rua do Giz soma-se a outras ações de revitalização e valorização no Centro Histórico da capital.

Gestão Edivaldo avança com obras e reforma do prédio da Escola Municipal de Música enta em fase de acabamento (Foto: Biné Morais)

A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), está concluindo a reforma no casarão número 53 da Rua do Giz, no Centro Histórico, que vai sediar a Escola Municipal de Música (Emmus), ligada à Secretaria Municipal de Educação (Semed). A ação visa a valorização e revitalização do Centro Histórico da capital.

A escola vai consolidar  aspectos importantes como a parte pedagógica e a prática do ensino implementadas pela Secretaria de Municipal de Educação por orientação do prefeito Edivaldo. “A consolidação da sede própria da Escola de Música é muito importante, pois este é um espaço para revelar talentos, incentivar o consumo e produção das várias vertentes da arte por parte de crianças e jovens da rede municipal. Dessa forma, certamente, terá reflexo na aprendizagem e no desenvolvimento dos estudantes”, falou o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

Atualmente, a Escola Municipal de Música funciona nas dependências da Semed, localizada no bairro São Francisco. “Há uma grande expectativa em relação à mudança para a sede no Centro Histórico, pois atualmente a escola tem projetos instalados em vários locais. No casarão da Rua do Giz será um espaço para consolidar as atividades” explicou a diretora da escola, Maria Alice Bogéa Prazeres. Entre os projetos da Emmus que devem funcionar no Centro, há o canto coral, o ensino de instrumentos e aulas de ballet.

“A reforma do prédio da Escola Municipal de Música está chegando à fase de acabamento, assim como outras ações que estão acontecendo, como a reforma dos casarões da Rua da Palma e da Rua do Giz, que servirão para habitação de interesse social e que estão com os serviços bem adiantados e fazem parte da estratégia da gestão Edivaldo para reavivar o Centro Histórico”, disse o presidente da Fumph, Aquiles Andrade.

Vale ressaltar que a Escola tem participação em grandes eventos públicos, como a Cantata Natalina, por meio do Coral Mil Vozes de Natal, formado por alunos da rede municipal de ensino. Entre os projetos que levam a assinatura da Emmus, há também a banda de música Amadeus Mozart, criada na década de 1980 e que atualmente é composta por 48 integrantes. A banda marcial funciona no bairro da Alemanha.

Outro projeto da escola é fruto de uma parceria entre a Semed e a Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O Cordas Friccionadas visa estimular a aprendizagem sobre música e instrumentos clássicos e contribuir com o desenvolvimento sociocultural dos estudantes, com aulas de violino, viola clássica e violoncelo.

REFORMA

O prédio da Emmus no Centro Histórico passa por uma reforma ampla, desde o reforço das estruturas de sustentação, sistemas elétricos e hidráulicos, telhado, reboco novo nas paredes internas, piso e forro. Nas últimas semanas foram realizados serviços de pintura nas paredes internas e pequenos reparos no sistema de escoamento pluvial. Falta instalar esquadrias nos portais e janelas, sistema de ar-condicionado e partes do sistema elétrico. Algumas salas terão revestimento acústico. A fachada do prédio, feita de azulejos antigos, será revitalizada. No casarão vão funcionar seis salas de aula, um auditório e salas administrativas.

Carregando