Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Novo decreto mantém comércio fechado e estabelece uso obrigatório de máscaras em locais de uso coletivo

Governador ainda anunciou que as aulas seguem suspensas, tanto para a rede pública quanto privada, até 12 de maio

Governador em coletiva na manhã desta segunda (Foto: Reprodução)

Em coletiva realizada na manhã desta segunda-feira, 20, no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino anunciou a edição de um novo decreto, que manterá o comércio da grande São Luís fechados até o dia o5 de maio. As aulas seguem suspensas em todo o Maranhão, tanto para a rede pública quanto privada, até 12 de maio.

A medida se reforça após entendimentos com os prefeitos de São Luís, São José Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, que concordaram com a manutenção das medidas.

Segundo o governador, os leitos de UTI na capital estão em processo de saturação, com 93% da sua taxa de ocupação devido a casos da covid-19. Situação que reforçou a necessidade de manutenção das medidas de precaução. Dino anunciou que mais 10 leitos de UTI serão abertos em São Luís nesta segunda-feira, 20.

Atualmente, existem 171 leitos exclusivos para UTIs em São Luís, e 403 em todo o estado. Até o fim de semana, mais 23 leitos serão abertos no estado, sob a coordenação da rede estadual.

O governador Flávio Dino anunciou que o Procon/MA vai notificar hospitais privados para que informem a real oferta de leitos para atendimento a pacientes com novo coronavírus no Maranhão.

Flávio Dino adiantou que o comércio poderá voltar a funcionar normalmente no próximo dia 05 de maio, com algumas medidas restritivas, desde que os casos da Covid-19 estejam sob controle, de acordo com a conscientização de todos com as medidas de isolamento social.

Entre um dos novos tópicos do decreto, Flávio Dino destacou a permissão de abertura das lojas que vendem tecidos, medida que facilitará a compra de material para a confecção de máscaras, já que o utensílio passará a ser item de segurança obrigatório a partir de agora no estado.

Carregando