Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Após 3 meses encalhado, navio Stellar Banner é afundado na costa maranhense

O processo de afundamento teve início às 05h00 da manhã e ocorreu a 150 quilômetros da costa maranhense.

Stellar Banner foi afundado a 150 km da costa maranhense (Foto: Reprodução)

O Navio Stellar Banner foi afundado na manhã desta sexta-feira, após três meses encalhado no litoral do Maranhão. O processo de afundamento teve início às 5h da manhã e ocorreu a 150 quilômetros da costa maranhense.

De acordo com a Marinha do Brasil, todos procedimentos transcorreram como planejados e detalhados no Plano de Alijamento, aprovado pela Autoridade Marítima com anuência da Autoridade Ambiental.

A fase de preparação para o afundamento ocorreu em consonância com os pareceres da Sociedade Protection and Indemnity (P&I) e da organização ITOPF (International Tanker Owners Polutions Federation) que, segundo a Marinha, reúnem boas práticas mundialmente reconhecidas nas questões ambientais.

O AHTS (Anchor Handling Tug Supply) Bear, o OSRV (Oil Spill Response Vessel) Água Marinha na contingência, o OSV (Offshore Support Vessel) Normand Installer e o Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”, da MB, permanecerão na área pelos próximos três dias, a fim de verificar possíveis objetos que por ventura se soltem do Navio e manchas de óleo na cena de ação. A aeronave Poseidon, contratada pelo IBAMA, realizou voos pela manhã para monitoramento e continuará no local nos próximos dias.

A Marinha do Brasil, por meio do Com4ºDN e da Capitania dos Portos do Maranhão, manterá a fiscalização das atividades junto com as autoridades ambientais do estado do Maranhão, na presença da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis.

O Caso

O MV Stellar Banner, com bandeira das Ilhas Marshall, de propriedade e operado pela empresa Polaris, apresentou um problema nas proximidades da boia nº 1 no canal da Baía de São Marcos, cerca de 32 milhas do Farol de Santana. O incidente ocorreu no dia 24 de fevereiro de 2020, por volta das 21h30. Foram identificados dois vazamentos avante da embarcação.

Carregando