Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Suspeito de assassinar dançarino na Cohab é preso em Manaus

O crime ocorreu no dia 05 de fevereiro de 2020, na residência da vítima, localizada na Rua Santo Expedito.

Xexéu foi encontrado morto na Cohab, em fevereiro (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Policia Civil do Amazonas, por meio dos Departamentos de homicídios, deram cumprimento a Mandado de Prisão contra D. A. V. A, na cidade de Manaus. O detido é acusado de ter assassinado o dançarino e cabeleireiro, Wenyson Fernandes Miranda, conhecido como Xexeu, em crime de latrocínio.

O crime ocorreu no dia 05 de fevereiro de 2020, na residência da vítima, localizada na Rua Santo Expedito, bairro da Cohab, em São Luís. O cabeleireiro sofreu diversas lesões no corpo, que o levaram a óbito. O suspeito ainda roubou diversos objetos pessoais de Wenyson Fernandes.

Após praticar o crime, D. A. V. A fugiu para a cidade de Manaus/AM, onde foi localizado e preso nesta terça-feira, 23. O suspeito deve ser recambiado para o Maranhão nos próximos dias para responder pelo crime.

O caso

O corpo de um dançarino, identificado preliminarmente apenas como Xexéu, foi encontrado nas primeiras horas da manhã do dia 05 de fevereiro, na região da Cohab, em São Luís. A vítima estava desde segunda-feira sem dar notícia, e foi então que a mãe resolveu ir até a casa do filho, abriu o cadeado e se deparou com ele morto no quarto.

Conforme informações da polícia, Xexéu estava amarrado e com sinais de violência pelo corpo.

Xexéu era dançarino de bolero, conhecido em algumas casas noturnas da ilha, além de trabalhar como cabeleireiro.

Carregando