Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Após rigidez do isolamento, Hospital Veterinário da Uema retomou atividades com atendimento limitado

Unidade está funcionando desde o dia 22 do mês passado, ofertando consultas e cirurgias, das 7h às 17h

De forma limitada, atendimento no Hospital Veterinário da Uema foi retomado no dia 22 do mês passado (Foto: Gilson Ferreira)

O Hospital Veterinário da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), localizada no bairro da Cidade Operária, reabriu de forma integral, no dia 22 de junho, depois de alguns meses de atividades interrompidas em razão da pandemia de Covid-19. A unidade hospitalar é dirigida pelo médico veterinário José Arnodson Coelho de Sousa Campelo.

O diretor apresentou ao Jornal Pequeno a estrutura do hospital, detalhou os serviços veterinários realizados no local e falou sobre o funcionamento, acontecendo com número limitado de animais.

No Hospital Veterinário da Uema são realizadas consultas clínicas gerais, havendo algumas especialidades, como a consulta oftálmica. Também são feitas cirurgias ortopédicas, de tecido mole, de oncologias, e oftálmicas. Entre os serviços especializados, há o diagnóstico por imagem, que inclui raio x, ultrassonografia, endoscopia e ecodoppler. Outros dois serviços especializados são a dermatologia e odontologia.

FUNCIONAMENTO

A unidade médica abre as 7h30 e fecha para o público externo às 17h. No período da noite, há veterinários plantonistas, responsáveis pelos pacientes internados. Senhas são distribuídas na recepção, diurnamente.

Há ainda uma triagem próxima à recepção do Hospital Veterinário, cuja função é separar cães para um setor, e gatos para outra seção. Além da separação por espécie, há ainda a divisão por enfermidade.

LIMITAÇÕES

O atendimento antes da pandemia era ilimitado, mas atualmente apenas 25 animais são atendidos pela manhã, e outros 25 pela tarde. Entra no hospital apenas uma pessoa por animal. Mas antes, é feita a aferição da temperatura do acompanhante do cão ou gato.

Do lado de fora, há uma tenda com cadeiras sob ela. A estrutura foi montada para outros acompanhantes, já que é comum ir ao hospital mais de um membro da família, acompanhando o paciente felino ou canino. Já as cirurgias, que também eram ilimitadas, só acontecem, no máximo, seis pela manhã, e seis pela tarde.

“Todas essas são medidas preventivas contra a Covid-19. Mas é importante sabermos que retornamos e que todos os serviços estão sendo feitos, mesmo que com algumas limitações”, destacou o diretor.

José Arnodson chegou a comentar que a reabertura do hospital aconteceu no dia 22 de junho, devido uma pressão da sociedade pelos serviços médicos aos animais. “Aqui (a unidade médica) concentra todos os atendimentos veterinários para cães e gatos. Devido ser um hospital completo, é bastante procurado”, disse o diretor.

ESTRUTURA

Existem dez consultórios médicos, uma sala de ultrassonografia e outra de raio x. Há o local das cirurgias, uma farmácia, setores administrativos e de contabilidade, espaços para internações de gatos e cachorros, e a emergência.

VALORES

O Hospital Veterinário da Uema é público, mas não é gratuito. Uma consulta veterinária tem preço de R$ 30. E os exames custam em média de R$ 10.

Carregando