Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia Federal incinera cerca de 350 mil pés de maconha no Maranhão

Ainda foram apreendidos mais de 700kg da droga pronta para o consumo

Polícia Federal incinerou 350 mil pés de maconha (Foto: Divulgação)

A Polícia Federal deflagrou uma nova etapa da Operação Muçambê III, com o objetivo de erradicar cultivos ilícitos de maconha (Cannabis Sativa). A ação foi realizada em conjunto com o Centro Tático Aéreo da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (CTA/SSP/MA) e contou com apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM/SSP/MA), no período compreendido entre os dias 27 de julho e 07 de agosto de 2020. Aproximadamente 70 policiais de diferentes forças de segurança pública deram apoio à missão.

No Maranhão, a operação se concentrou nos limites da Reserva Biológica do Gurupi com a Reserva Indígena do Caru, nos municípios de Buriticupu e Alto Alegre do Pindaré, bem como nos limites da Terra Indígena Alto Turiaçu, nos municípios de Maracaçumé, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão e Cachoeira do Piriá/PA (divisa entre os estados do Maranhão e Pará).

Com a atual fase, foram localizadas e inutilizadas 97 plantações, em uma área de 145 mil metros quadrados, promovendo a destruição de aproximadamente 350 mil pés de maconha, 60 mil mudas e apreensão de mais de 700kg da droga pronta para o consumo.

De acordo com a PF, com a ação policial, deixa de entrar no mercado consumidor aproximadamente 150 toneladas de maconha, “representando expressiva diminuição da oferta do entorpecente”, conforme a nota.

A PF afirmou que a Operação Muçambê III tornou-se a maior operação de erradicação de maconha do Estado do Maranhão dos últimos treze anos.

*Muçambê é um pequeno arbusto da família das Caparidáceas provido de espinhos nos pecíolos das folhas, ocorrendo nas caatingas dos estados do nordeste.

Carregando