Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Intenção de consumo para o Dia da Criança cai em São Luís, indica pesquisa da Fecomércio

No entanto, comércio começa a se recuperar, de acordo com levantamento

Pesquisa da Fecomércio mostra intenção de consumo menor este ano (Foto: Divulgação)

O índice de intenção de consumo das famílias (ICF) de São Luís, medido pela Federação do Comércio, apresentou nova recuperação mensal na predisposição de consumo dos ludovicenses. Em setembro, o nível de consumo das famílias obteve crescimento de 0,7% em relação ao mês anterior, revelando a segunda aceleração consecutiva do indicador nas passagens mensais.

Apesar disso, na comparação anual, o índice de intenção de consumo ainda registra uma queda de 45,7%, reflexo do impacto da pandemia sobre a economia local. Com esses resultados, de acordo com a Federação do Comércio, a atividade comercial de São Luís ainda terá um Dia das Crianças pior do que o ano passado.

Apesar da queda, a data deverá impulsionar uma gradativa recuperação mensal das vendas na capital maranhense. Três componentes que formam o indicador puxaram a aceleração do otimismo do consumidor na variação mensal: nível de consumo atual (11,2%), perspectivas de melhoria profissional (7,7%) e percepção sobre a segurança no emprego atual (4,7%).

Por outro lado, três componentes revelaram variação negativa e atrapalharam o crescimento das vendas: nível de acesso ao crédito (-6,6%), a avaliação sobre a renda atual da família (-4,1%) e a perspectiva futura de manutenção do nível de consumo (-2,1%). Já a avaliação quanto ao momento para aquisição de bens duráveis, manteve-se estável na variação mensal com leve aumento de 0,4%.

Variação – Diante desse cenário econômico, a Federação do Comércio explica que ainda não é possível uma comparação positiva para o Dia das Crianças deste ano em relação ao ano passado. Apesar disso, a entidade reforça a importância da data comemorativa para incentivar a recuperação mensal da atividade comercial na capital maranhense nesse momento de reabertura dos setores econômicos após o arrefecimento da disseminação do novo coronavírus.

Por essa razão, apesar da queda de 45,7% da intenção de consumo registrada pela pesquisa na comparação com o ano passado, o destaque para o Dia das Crianças deverá ser a avaliação que o consumidor faz sobre o nível de consumo atual, que apresentou aceleração de 11,2% quando comparado ao mês imediatamente anterior, demostrando o efeito positivo da aceleração gradativa da confiança do consumidor de São Luís mês a mês, sendo impulsionado, inclusive, por importantes datas comemorativas do segundo semestre como o próprio Dia das Crianças.

A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) é um indicador com capacidade de medir a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de sua família, tais como a sua capacidade de consumo, atual e de curto prazo, nível de renda doméstico, segurança no emprego e qualidade de consumo, presente e futuro.

Trata-se de um indicador antecedente do consumo, a partir do ponto de vista dos consumidores e não por uso de modelos econométricos, tornando-o uma ferramenta poderosa para a própria política econômica, para as atividades produtivas, para consultorias e instituições financeiras.

Carregando