Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

SES reforça pedido para manter leitos de UTI abertos na pandemia

Embora o país apresente redução do número de novos casos, a Europa vive uma segunda onda da doença

Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. (Foto: Divulgação/Conass)

Durante a 8ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripatirte (CIT), em Brasília, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, reforçou o pedido ao Ministério da Saúde para manutenção dos leitos de UTI abertos para assistência aos pacientes da Covid-19. Embora o país apresente redução do número de novos casos, a Europa vive uma segunda onda da doença.

“A gente precisa se preparar e discutir a situação dos leitos de UTI. A gente conseguiu incorporar muitos deles na rede, parte deles já estão sendo desabilitados e outra parte precisamos manter como reserva estratégica e, mais do que isso, como leitos necessários ao funcionamento do sistema”, esclareceu.

O secretário, que também é presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), solicitou uma reunião do Ministério da Saúde com representantes dos secretários de Estados e Municípios.

Atualmente, a rede hospitalar de gestão da estadual possui 269 leitos de UTI disponíveis para assistência aos pacientes da COVID-19, apenas 143 continuam habilitados e recebem recurso da União.

Durante a pandemia, o Governo do Maranhão realizou investimentos que permitiram a abertura de doze hospitais e uma Unidade de Pronto Atendimento, além de obras de ampliação em unidades existentes. Há novos leitos de UTI nas cidades de São Luís, Timon, Coroatá, Viana, Lago da Pedra, Itapecuru Mirim, Caxias, Imperatriz e Santa Luzia do Paruá.

Carregando