Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sampaio vira pra cima do Figueirense e se mantém no G4 da Série B

Na próxima sexta-feira o Sampaio Corrêa volta a campo para enfrentar o Brasil de Pelotas, às 19h15, no Estádio Castelão.

Marcinho marcou um golaço de falta (Foto: Reprodução)

O Sampaio Corrêa foi até o Estádio Orlando Scarpelli e conseguiu uma vitória de virada, na raça, pra cima do Figueirense, por 2×1, nesta segunda-feira, 23. Resultado que garante a equipe Tricolor no G4 da Série B com 40 pontos.

Após um início de jogo complicado, em que sofreu um gol e quase leva outro em cobrança de pênalti, defendida pelo goleiro Gustavo, a Bolívia se agigantou na etapa final e foi buscar os três pontos. Os gols foram marcados por Marcinho, em bela cobrança de falta, e Jackson, já no apagar das luzes.

O jogo

A inciativa do confronto foi Tricolor, em uma jogada de profundidade com Caio Dantas, que dividiu com o goleiro e pediu pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

A equipe do Figueirense respondeu de forma fatal. Jogada em velocidade pela esquerda resultou em um chute no ângulo do goleiro Gustavo, que nada pôde fazer.

A primeira chegada mais aguda do Sampaio foi aos 25 minutos. Roney armou a jogada e bateu rasteiro, e o goleiro adversário se esticou todo para mandar a escanteio.

O Tricolor se arriscava para buscar a igualdade, enquanto o Figueirense se fechava para tentar espetar no contra-ataque. Mas foi o Sampaio que quase marca com Marcinho, após chute traiçoeiro, no canto, defendido para escanteio pelo goleiro.

Em trama de ataque, os donos da casa conseguiram a marcação de uma penalidade por toque de mão do jogador boliviano dentro da área. No entanto, o goleiro Gustavo voou no canto e defendeu a batida. Lance crucial que fez o Sampaio seguir para o vestiário sem um prejuízo maior.

Na volta do intervalo, a Bolívia imprimiu um ritmo forte para buscar a igualdade, e rondava a área adversária querendo o gol. Em jogada de velocidade pela direita, Diego Tavares soltou a bomba e o goleiro do Figueirense salvou o time catarinense.

Aos 20 minutos, Vinícius Kiss foi derrubado na entrada da grande área. Marcinho bateu com categoria e acertou o ângulo, empatando a partida.

O empate não bastou ao Sampaio, que seguiu em cima procurando a virada. O Figueirense se defendia e arriscava esporádicas subidas ao ataque, todas bloqueadas pela defensiva boliviana.

Quando a igualdade parecia uma realidade, Diego Tavares encontrou Jackson se infiltrando na área, e o atacante, mesmo puxado, quase sem camisa, não desperdiçou e marcou o gol da virada.

Vitória na raça, que garante a Bolívia no G4 e em segundo lugar na tabela, com 40 pontos, até o desfecho da rodada.

Na próxima sexta-feira o Sampaio Corrêa volta a campo para enfrentar o Brasil de Pelotas, às 19h15, no Estádio Castelão. Confronto válido pela 24 rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Ficha Tricolor

Gustavo, Luís Gustavo (Joazi), Flávio Boaventura e Marlon; Ferreira (Léo Costa), Vinícius Kiss e Marcinho (Dione Ribas); Gustavo Ramos (Diego Tavares), Roney e Caio Dantas (Jackson).

 

Carregando