Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia prende suspeitos de homícídios, tráfico de drogas e roubo na cidade de Raposa

A dupla já possui diversas passagens pela polícia, incluindo homicídio, receptação, porte de arma, entre outros.

Drogas, armas e outros materiais apreendidos com os suspeitos (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar do Maranhão prendeu, nesta terça-feira, 29, dois suspeitos pela morte de Wellington Racidy Ribeiro, vítima de latrocínio no último dia 21 de dezembro, na praça do Mocajituba, no município de Raposa.

O Grupo de serviço avançado do CPAM leste iniciou levantamentos de inteligência que apontaram um elemento de alcunha Cris como autor do crime. A polícia ainda informou que o indivíduo praticava tráfico de drogas na região.

Na manhã desta terça-feira, a polícia procedeu a abordagem na residência do alvo, que confessou o crime e revelou que havia repassado a arma para uma liderança criminosa identificada como Darlin.

Após a detenção do elemento, os policiais capturaram o seu comparsa. Darlin ou Porroca já possui antecedentes por crime de homicídio enquanto era adolescente, e é apontado como um dos autores que espancou, arrastou e baleou um jovem de 19 anos, na Raposa, abril de 2019.

Com o suspeito, a polícia apreendeu duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38, utilizado no latrocínio. Foram apreendidos ainda diversas porções de maconha, apetrechos para o tráfico e caderno de contabilidade, além de uma moto Fan de cor vermelha. Também foi recuperado na ação um motor de motocicleta, com registros de roubo.

Diante dos fatos, ambos foram apresentados na delegacia do Aracagy e autuados por crime de tráfico de drogas, receptação, porte ilegal de arma de fogo, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e homicídio.

Carregando